Repositório Digital

A- A A+

Composição química e digestibilidade 'in vitro' de silagens de milho com distintos teores de umidade e níveis de compactação

.

Composição química e digestibilidade 'in vitro' de silagens de milho com distintos teores de umidade e níveis de compactação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Composição química e digestibilidade 'in vitro' de silagens de milho com distintos teores de umidade e níveis de compactação
Outro título Chemical composition and ‘in vitro’ digestibility of maize silages with different maturities and packing densities
Autor Senger, Clóvis Clenio Diesel
Muhlbach, Paulo Roberto Frenzel
Sanchez, Luis Maria Bonnecarrere
Netto, Diego Peres
Lima, Lisiane Dorneles de
Resumo Foi avaliada a composição química e a digestibilidade ‘in vitro’ de silagens de milho e respectivas forragens frescas, colhidas com três teores de MS (20, 26 e 28%) e submetidas antes da ensilagem, a duas compactações (bem compactadas ‘BC’, ou mal compactadas ‘MC’), formando um fatorial 3x2 com seis repetições num experimento com micro-silos. Foi realizado o fracionamento dos glicídios e da proteína nas silagens, para determinar componentes que podem ser usados nos modelos mecanicistas de predição de consumo e desempenho animal. Apenas o tratamento com o material mais úmido e bem compactado produziu efluente na quantidade de 61,2l ton-1. A DIVMS variou entre 46,2 e 57,9%, aumentando significativamente com o aumento da MS, enquanto que a DIVMO variou entre 44,5 e 54,2%, sendo significativamente menor apenas nos tratamentos com 20% MS. Os valores de proteína bruta solúvel (PBSol) variaram entre 44,8 e 54,3% da PB. O NNP variou entre 67 e 91% da PBSol, enquanto que a PIDN ficou entre 16,2 e 25,1% da PB total. A PIDA variou entre 6,7 e 12,8% da PB total sendo que os maiores valores foram encontrados na silagem mais úmida. A fração A dos glicídios variou entre 5,3 e 10% da MS, sendo superior na silagem bem compactada com 28% MS. A fração B1 oscilou entre 13,1 e 25,8% da MS aumentando significativamente das silagens mais úmidas para as mais secas. A fração B2 apresentou médias entre 40,2 e 50,3%, diminuindo significativamente das silagens mais úmidas para as mais secas. A fração C variou entre 8,8 e 11,9% na MS. Em relação às forragens frescas de origem, observou-se aumento substancial nas frações protéicas PIDA e PBSol, diminuição na PIDN, e valores similares no NNP expresso como % da PBSol, exceto no tratamento 20BC. Nos glicídios houve diminuição da fração A em todos os tratamentos (exceto em 28BC), aumento na fração B1 nos tratamentos 26 e 28% MS e valores similares no tratamento 20% MS, ocorrendo o inverso na fração B2. A fração C aumentou apenas nos tratamentos com 28% MS. Não houve variação significativa tanto na DIVMS quanto na DIVMO das silagens em relação à forragem fresca.
Abstract An experiment was carried out to evaluate the chemical composition and ‘in vitro’ digestibility of maize silages and their respective original materials, harvested at three maturities (20, 26 and 28% DM), and ensiled with high or low packing density in a 3 x 2 factorial arrangement with six replicates. Protein and carbohydrate fractions were determined to supply mechanistic models of intake and performance predictions. Effluent was produced (61,2 liters ton-1) only in treatment with higher moisture and higher packing density. IVDMD varied from 46,2 to 57,9%, and increased significantly with increasing DM level. IVOMD (44,5 – 54,2%) was smaller only in 20% DM silages. Soluble crude protein (SCP) ranged between 44,8 – 54,3% of crude protein (CP), and NPN reached 67 – 91% of SCP. NDIP was 16,2 – 25,1% of CP and ADIP varied between 6,7 – 12,8% of CP. The higher values of ADIP were obtained in silages with lower DM. Fraction A of carbohydrates varied between 5,3 – 10% DM being significantly higher in 28% DM silage with higher packing. B1 fraction (13,1 – 25,8% DM) increased significantly with increasing DM content. B2 fraction (40,2 –50,3% DM) and were not affected with increasing DM content. Fraction C varied from 8,8 to 11,9% DM. When silages were compared with original forages, an increasing level of ADIP and SCP, a decreasing level of NDIP and similar values for NPN as a percentage of SCP were observed, except in high packed 20% DM silage. Within the carbohydrates fraction a decrease in fraction A content was observed for all treatments, except for the 28% DM high packing density silage. An increasing level in B1 fraction in 26 and 28% DM treatments, and similar values in 20% DM were observed. The opposite was observed in B2 fraction. Fraction C increased only in 28% DM treatments. No differences in IVDMD and IVOMD of silages were observed in relation to the original materials.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 35, n. 6 (nov./dez. 2005), p. 1393-1399
Assunto Analise quimica
Silagem : Milho
[en] Carbohydrate fractions
[en] Density
[en] Dry matter at harvest
[en] Protein fractions
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22188
Arquivos Descrição Formato
000520143.pdf (48.34Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.