Repositório Digital

A- A A+

Resposta de híbridos de milho cultivados em diferentes épocas à população de plantas e ao despendoamento

.

Resposta de híbridos de milho cultivados em diferentes épocas à população de plantas e ao despendoamento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resposta de híbridos de milho cultivados em diferentes épocas à população de plantas e ao despendoamento
Outro título Response of maize hybrids grown at different eras to plant population and tassel removal
Autor Sangoi, Luis
Guidolin, Altamir Frederico
Coimbra, Jefferson Luís Meirelles
Silva, Paulo Regis Ferreira da
Resumo Os híbridos contemporâneos de milho são mais tolerantes à elevação da população de plantas do que os híbridos antigos. É possível que a melhor adaptação da cultura ao adensamento esteja relacionada com a menor dominância apical do pendão sobre a espiga. Este trabalho foi conduzido objetivando avaliar a evolução na tolerância de híbridos de milho liberados comercialmente em diferentes épocas à elevação na população de plantas, bem como observar se o progresso obtido esta associado à redução na dominância apical. O experimento foi conduzido no município de Lages, SC, durante os anos agrícolas de 1999/2000 e 2000/2001. Utilizou-se o delineamento experimental de parcelas subsubdivididas. Na parcela principal, foram testadas três populações de planta: 50.000, 75.000 e 100.000pl ha-1. Nas subparcelas, foram alocados quatro híbridos: Ag 12, Ag 28, Ag 303 e Ag 9012, liberados comercialmente para cultivo nas décadas de 60, 70, 80 e 90, respectivamente. Cada híbrido de milho foi analisado com pendões intactos e integralmente removidos durante o emborrachamento nas sub-subparcelas. Os ensaios foram implantados em 30/10/1999 e 2/11/2000. A por meio de análise de variância e de regressão polinomial. O híbrido Ag 9012, liberado comercialmente para cultivo na década de 90, foi mais exigente em população de plantas do que os híbridos antigos para otimizar o seu potencial produtivo em 1999/2000, quando as condições foram favoráveis à obtenção de rendimentos de grão superiores a 10.000kg ha-1. Neste ano agrícola, a interferência do pendão sobre o desenvolvimento das espigas foi pequena. Por outro lado, o rendimento de grãos de todos os híbridos respondeu positivamente ao despendoamento em 2000/2001, sob tetos produtivos mais baixos. Não houve associação entre maior tolerância ao adensamento e resposta ao despendoamento, indicando que a tolerância a altas densidades populacionais não esteve relacionada com a redução da dominância apical do pendão sobre as espigas.
Abstract Current maize hybrids are more tolerant to the increasing of plant population than the hybrids used in the past. It is possible that modern hybrid’s better adaptation to crowding is related to the lower apical dominance of the tassel over the ear. This experiment was aimed at evaluating the evolution on maize hybrids commercially released in different times the increase in plant population and at detecting if this progress is related to the reduction of apical dominance. The experiment was carried out in Lages, SC, during the 1999/ 2000 and 2000/2001 growing seasons. A split-split plot design was used. Three plant populations were tested in the main plots: 50,000, 75,000 and 100,000pl ha-1. Four hybrids commercially released in the 60’s, 70’s, 80’s and 90’s, respectively, were assessed in the split plots. Each hybrid was analyzed with preserved tassels and with tassel removed at booting in the split-split plot. The trials were installed in 10/30/ 1999 and 11/02/2000. Grain yield was assessed using the variance and regression analyzes. The hybrid commercially released in the 90’s (Ag 9012) was more demanding in plant population to maximize grain yield when the conditions were favorable to yields higher than 10,000kg ha-1 (1999/2000). At this scenario, tassel interference on ear development was small. On the other hand, grain yield of all tested hybrids was increased by tassel removal under a lower yield plateau (2000/ 2001).There was no association between higher tolerance to crowding and greater response to detasseling, indicating that the tested hybrid higher endurance to dense stands was not related to the reduction in apical dominance of the tassel over the ear.
Contido em Ciencia Rural. Santa Maria. Vol. 36, n. 5 (set./out. 2006), p. 1367-1373
Assunto Milho
Semeadura
[en] Cultivar
[en] Sowing density
[en] Tassel
[en] Zea mays
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22215
Arquivos Descrição Formato
000546640.pdf (94.91Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.