Repositório Digital

A- A A+

Respostas de frangos de corte fêmeas de duas linhagens a dietas com diferentes perfis protéicos ideais

.

Respostas de frangos de corte fêmeas de duas linhagens a dietas com diferentes perfis protéicos ideais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Respostas de frangos de corte fêmeas de duas linhagens a dietas com diferentes perfis protéicos ideais
Outro título Responses of female broilers from two strain crosses to diets with differing ideal protein profiles
Autor Vieira, Sérgio Luiz
Olmos, Alexandra Reali
Berres, Josemar
Freitas, Dimitri Moreira de
Coneglian, Jorge Luis Bernardon
Martinez, Jaime Ernesto Peña
Resumo Foi conduzido um experimento com o objetivo de avaliar a formulação de dietas com diferentes perfis protéicos ideais para frangos de corte fêmeas. Foram usadas aves dos cruzamentos Cobb x Cobb 500 e Ross x Ross 308. As dietas foram fornecidas em um programa alimentar de quatro fases: 1 a 7, 7 a 21, 21 a 31 e 31 a 37 dias de idade. Até os 21 dias de idade, as aves receberam dietas com perfis protéicos ideais altos (A), médios (M) e baixos (B). De 21 dias até o final do experimento, houve uma redistribuição dos tratamentos em que metade das aves recebendo dieta A passaram a receber dieta B e metade daquelas recebendo dieta B passaram a receber dieta A. As aves recebendo dieta M permaneceram com o mesmo perfil protéico por todo o período experimental. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial com três perfis protéicos e duas linhagens até os 21 dias de idade e cinco perfis protéicos ideais e duas linhagens dos 21 aos 37 dias de idade As aves da linhagem Cobb apresentaram maior peso vivo aos 21 dias de idade e melhor conversão alimentar até o final do experimento, enquanto aves Ross apresentaram maior consumo de ração durante todo o período experimental. Ainda para frangos Ross, a proporção de carne de peito aos 31 dias de idade foi maior e a proporção de coxas + sobrecoxas, aos 31 e 37 dias de idade, menores em relação às aves Cobb. As aves recebendo as dietas A e M até os 21 dias de idade apresentaram respostas zootécnicas similares, ambas superiores às aves recebendo dieta B. A avaliação dos dados aos 31 e 37 dias de idade demonstrou que as aves do programa alimentar BB apresentaram peso vivo semelhante, maior consumo de ração e conversão alimentar pior na comparação com as aves dos demais tratamentos. Já na avaliação após o abate, as únicas diferenças observadas foram relativas à proporção de gordura abdominal aos 31 dias de idade. Foi possível concluir que aves Cobb apresentaram melhor conversão alimentar independentemente do programa alimentar utilizado e que os perfis protéicos ideais médios foram suficientes para maximizar o desempenho tanto sob o ponto de vista de peso corporal quanto de conversão alimentar.
Abstract This study was conducted with the objective of evaluating the performance of two broiler strain crosses fed diets having 3 different ideal protein profiles. One day old Cobb x Cobb 500 and Ross x Ross 308 broiler chicks were in a feeding program of 4 phases from 1 to 7, 7 to 21, 21 to 31 and 31 to 37 days of age and having high (H), medium (M) and low (L) ideal protein profiles. At 21 days of age, half of the replications fed H and L protein diets changed to L and H, respectively, whereas those receiving M remained all the way to the end in the same protein level. The experimental design was completely randomized in a factorial arrangement having 3 ideal protein levels and 2 strain crosses until 21 days of age and 5 ideal protein levels and 2 strains from 21 to 37 days old was used. Cobb broilers had higher body weight at 21 days of age and better feed conversion until the end of the experiment, whereas Ross broilers showed higher feed intake during all the experimental period. At processing, Ross broilers had higher breast meat yield at 31 days old, but Cobb broilers had higher yield of leg quarters both at 31 and 37 days. At 21 days, H and M diets presented similar live performance; however, both were superior when compared to L diets. Differences in body weigh at 31 and 37 days due to feeding programs were not apparent; however birds fed L diets in both periods had poorer feed conversion and higher feed intake than all the other treatments. The only processing difference due to feeding program was an increased proportion of abdominal fat when birds were fed L diets in one of the two periods. It was possible to conclude that Cobb broilers had better feed conversion independently of the feeding program used and that the M ideal protein levels were adequate to support maximum live performance and carcass yields.
Contido em Ciência rural, Santa Maria. Vol. 37, n. 6 (nov./dez. 2007), p. 1753-1759
Assunto Frango de corte
Produção animal
[en] Amino acids
[en] Broiler
[en] Ideal protein
[en] Lysine
[en] Strains
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22274
Arquivos Descrição Formato
000637534.pdf (48.58Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.