Repositório Digital

A- A A+

Densidade de plantas de milho híbrido em semeadura precoce no Rio Grande do Sul

.

Densidade de plantas de milho híbrido em semeadura precoce no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Densidade de plantas de milho híbrido em semeadura precoce no Rio Grande do Sul
Outro título Plant density of hybrid maize at early sowing date in Southern Brazil
Autor Piana, Alexandre Tadeu
Silva, Paulo Regis Ferreira da
Bredemeier, Christian
Sangoi, Luis
Vieira, Vladirene Macedo
Serpa, Michael da Silva
Jandrey, Douglas Batista
Resumo A escolha da densidade de plantas e a sua adequação à época de semeadura são práticas de manejo importantes na determinação do rendimento de grãos de milho. Este trabalho foi realizado a fim de avaliar os efeitos da densidade de plantas sobre o rendimento de grãos e seus componentes em dois híbridos cultivados em semeadura precoce (agosto) no Rio Grande do Sul. O experimento foi conduzido em Eldorado do Sul, em 2006/07. Os tratamentos consistiram de quatro densidades de plantas (5,5; 7,3; 9,1 e 11pl m-2) e dois híbridos, um de folhas decumbentes (Dow 2B587) e outro de folhas eretas (NB 4214). A semeadura foi realizada em 22 de agosto de 2006. O rendimento de grãos do híbrido de folhas decumbentes aumentou linearmente com o incremento na densidade de 5,5 até 11pl m-2, alcançando 16t ha-1. Já no híbrido de folhas eretas, o rendimento aumentou de forma quadrática, sendo maximizado na densidade de 9,4pl m-2. O número de espigas por metro quadrado foi o componente que melhor explicou o aumento da produtividade com o incremento na densidade de plantas. O uso de densidades superiores a 9pl m-2 é uma estratégia efetiva para aumentar o rendimento de grãos sob alto nível de manejo em semeadura precoce (agosto).
Abstract The choice of plant density and sowing date are important management practices to determine maize grain yield. The objective of this study was to evaluate the effect of plant density on grain yield and its components for two maize hybrids at early sowing date (August) in the State of Rio Grande do Sul, Southern Brazil. The experiment was carried out in Eldorado do Sul (RS), during the 2006/07 growing season. Treatments consisted of four plant densities (5.5, 7.3, 9.1 and 11pl m-2) and two hybrids with contrasting leaf architecture, Dow 2B587 (decumbent leaves) and NB 4214 (erect leaves). The sowing date was August 22, 2006. Grain yield for the decumbent leaf hybrid increased linearly with the increment in plant density from 5.5 up to 11pl m-2, reaching 16t ha-1. Grain yield of the erect leaf hybrid, in turn, was maximized at 9.4pl m- 2. The number of ears per square meter was the yield component that better explained maize productivity increase with increasing plant density. The use of plant populations higher than 9pl m- 2 was an effective strategy to improve maize grain yield grown under high management level, at early sowing date (August) in Southern Brazil.
Contido em Ciência rural, Santa Maria. Vol. 38, n. 9 (dez. 2008), p. 2608-2612
Assunto Grão : Rendimento
Manejo
Milho
Prática cultural : Semeadura
Rio Grande do Sul
[en] Grain yield
[en] Management practices
[en] Yield components
[en] Zea mays
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22291
Arquivos Descrição Formato
000681134.pdf (77.38Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.