Repositório Digital

A- A A+

Tolerância ao alumínio em plântulas de milho

.

Tolerância ao alumínio em plântulas de milho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tolerância ao alumínio em plântulas de milho
Outro título Aluminum tolerance in maize plants
Autor Mazzocato, Ana Cristina
Rocha, Paulo Sergio Gomes da
Sereno, Maria Jane Cruz de Melo
Bohnen, Humberto
Giongo, Vanderlise
Barbosa Neto, Jose Fernandes
Resumo A seleção para tolerância ao alumínio é complicada pela desuniformidade natural dos solos e pela dificuldade de avaliar danos na raiz. Assim sendo, é importante desenvolver métodos eficientes de caracterização da tolerância ao alumínio em condições controladas de ambiente. O presente trabalho teve por objetivo adequar o método de solução mínima para a avaliação da tolerância ao alumínio em genótipos de milho. O trabalho consistiu de dois experimentos. O primeiro foi feito para ajustar o método de avaliação através do emprego de solução mínima, e o segundo, para avaliar um conjunto de 22 genótipos de milho fornecidos pela Empresa Agroeste Sementes Ltda. A avaliação dos genótipos foi realizada com uma solução que continha diferentes concentrações de alumínio e cálcio. As médias para todas as variáveis analisadas mostraram a diferença entre os híbridos e entre as concentrações de alumínio empregadas. As concentrações de 6mg"-1 de alumínio e 40mg"-1 de cálcio foram consideradas mais eficientes para a discriminação da tolerância ao alumínio, sendo posteriormente empregadas para o trabalho com as linhagens. No segundo experimento, os resultados possibilitaram identificar linhagens com tolerância ao alumínio.
Abstract Selection for aluminum tolerance is complicated by natural soil desuniformity and difficulty in evaluating root damages. As a consequence, it is important to develop efficient methods of characterization of aluminum tolerance in controlled environment. The present work had the objective of adapting the method of minimum solution for the evaluation of aluminum tolerance in maize genotypes. The work consisted of two experiments. The first try was to adjust the evaluation method through the employment of minimum solution and the second aimed to evaluate a group of 22 maize genotypes supplied by the Agroeste Sementes Ltda. The evaluation was accomplished with a solution of different concentrations of aluminum and calcium. The averages showed differences among the hybrid and the aluminum concentrations. The concentrations of 6mg"-1 of aluminum and 40mg"-1 of calcium were considered efficient for the discrimination of aluminum tolerance. This combination was used further to analyze the 22 maize genotypes. In this second experiment, it was possible to identify inbreds with tolerance to aluminum.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 32, n. 1 (jan./fev. 2002), p. 19-24
Assunto Alumínio
Melhoramento genético vegetal : Comportamento de variedade
Milho
Variabilidade genética
Variedade resistente
[en] Aluminum
[en] Hybrid
[en] Minimal solution
[en] Toxicity
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22391
Arquivos Descrição Formato
000310972.pdf (54.16Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.