Repositório Digital

A- A A+

Desempenho reprodutivo de marrãs submetidas à infusão transcervical de plasma seminal no estro da cobertura

.

Desempenho reprodutivo de marrãs submetidas à infusão transcervical de plasma seminal no estro da cobertura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desempenho reprodutivo de marrãs submetidas à infusão transcervical de plasma seminal no estro da cobertura
Outro título Reproductive performance of gilts submitted to seminal plasma transcervical infusion at breeding oestrus
Autor Wentz, Ivo
Martini, Rogerio Luis
Heck, Augusto
Stahlberg, Rubens
Bortolozzo, Fernando Pandolfo
Resumo O objetivo deste experimento foi avaliar a duração do estro, momento da ovulação e o desempenho reprodutivo de marrãs submetidas à infusão de plasma seminal no início do estro da cobertura. Foram utilizadas 147 marrãs pré-púberes da linhagem Camborough 22Ò alojadas no verão (n=69) e inverno (n=78). No início do terceiro estro, as matrizes foram submetidas a uma infusão transcervical com plasma seminal ou foram alocadas em um grupo controle. As fêmeas foram examinadas três vezes ao dia para a detecção do estro e da ovulação, sendo realizadas três inseminações com intervalos de 8 e 16h após o início do estro. A duração do estro não foi afetada pela infusão de plasma seminal. No verão, as fêmeas infundidas com plasma seminal anteciparam a ovulação em 4,18h (p=0,06), enquanto no inverno não foi observada nenhuma diferença. Com relação à taxa de retorno ao estro, à taxa de parto ajustada e ao tamanho da leitegada não foram observadas diferenças entre os grupos nas duas épocas do ano avaliadas.
Abstract The aim of this study was to evaluate the estrus length, time of ovulation and reproductive performance of gilts submitted to the infusion of seminal plasma at the beginning of the breeding oestrus. A hundred and forty seven pre-puberal Camboroughâ gilts housed in the summer (n=69) and in the winter (n=78) were used. In the beginning of the three oestrus, gilts were submitted to a transcervical infusion of seminal plasma or allocated to a control group. Gilts were examined Three times daily for oestrus and ovulation detection, and three inseminations were performed in 8 and 16h intervals after the beginning of oestrus. Oestrus duration was not influenced by seminal plasma infusion. In the summer, gilts received seminal plasma infusion anticipated ovulation in 4.18h (p=0.06), whereas in the winter no difference was found. As to return to oestrus rate, adjusted farrowing rate and litter size, no difference was observed between the groups in both evaluated seasons.
Contido em Ciência Rural. Vol.30 ,n.6 (2000), p.1027-1031
Assunto Reprodução animal : Suínos
[en] Ovulation
[en] Reproduction
[en] Seminal plasma
[en] Swine
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22451
Arquivos Descrição Formato
000295923.pdf (47.17Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.