Repositório Digital

A- A A+

Densidade populacional de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata a campo

.

Densidade populacional de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata a campo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Densidade populacional de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata a campo
Outro título Population densities of Ralstonia solanacearum on potato cultivars in the field
Autor Maciel, Joao Leodato Nunes
Duarte, Valmir
Silveira, José Ricardo Pfeifer
Resumo A ocorrência de populações latentes de Ralstonia solanacearum em plantas de batata (Solanum tuberosum) pode representar fonte de inóculo de potencial desconhecido. Além disso, também é desconhecido se a população latente da bactéria é menor em cultivares resistentes do que em cultivares suscetíveis. Com a finalidade de estudar estes aspectos, um experimento foi conduzido a campo em dois locais no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. O objetivo foi verificar se havia relação entre a densidade populacional e o grau de resistência de cultivares de batata. O experimento foi conduzido em Eldorado do Sul, durante o período de primavera, e em Caxias do Sul, durante o período de outono. Tubérculos das cultivares Achat, Baronesa, Elvira, Macaca, Monte Bonito e Trapeira foram inoculados com uma estirpe de R. solanacearum, biovar II, e plantados a campo. A densidade populacional da bactéria foi estimada em plantas com e sem sintomas de murcha, através de ELISA e imunofluorescência. Não houve evidência da relação entre densidade populacional da bactéria e cultivar. Além disso, a densidade populacional na cultivar Achat, caracterizada como a mais resistente entre as cultivares testadas, foi igual à registrada nas outras cultivares.
Abstract The occurrence of latent populations of Ralstonia solanacearum on potato (Solanum tuberosum) plants may represent inoculum source of unknown potential. Besides, it is also unknown if the latent population of the bacterium is lower in resistant than in susceptible cultivars. In order to study these points, an experiment was conducted in the field in two locations in Rio Grande do Sul State, Brazil. The objective was to verify the relationship between R. solanacearum population density and the potato cultivar resistance. The experiment was conducted in Eldorado do Sul, during the Spring, and in Caxias do Sul, during the Fall. Tubers of Achat, Baronesa, Elvira, Macaca, Monte Bonito, and Trapeira cultivars were inoculated with a R. solanacearum strain, biovar II, and planted in the field. Population density of the bacterium was estimated in the assymptomatic and wilted plants, by ELISA and imunofluorescence techniques. No evidence of relationship between population density of R. solanacearum and cultivar was found. Besides, the population density on Achat, known as the most resistant, one was similar to the other cultivars.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 34, n. 1 (jan./fev. 2004), p. 19-24
Assunto Batata
Doença de planta
Imunofluorescência
Murcha bacteriana
[en] Bacterial wilt
[en] ELISA
[en] Imunofluorescence
[en] Solanum tuberosum
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22463
Arquivos Descrição Formato
000393308.pdf (42.64Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.