Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento fenológico e agronômico de três híbridos de milho em três épocas de semeadura

.

Desenvolvimento fenológico e agronômico de três híbridos de milho em três épocas de semeadura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento fenológico e agronômico de três híbridos de milho em três épocas de semeadura
Outro título Agronomic and phenological development of three maize hybrids at three sowing dates
Autor Forsthofer, Everton Leonardo
Silva, Paulo Regis Ferreira da
Argenta, Gilber
Strieder, Mércio Luíz
Suhre, Elias
Rambo, Lisandro
Resumo As variações nas condições ambientais determinadas pelas diferentes épocas de semeadura exercem grande influência sobre a cultura do milho. Objetivando avaliar a fenologia e o desenvolvimento de três híbridos de milho, em três épocas de semeadura, conduziu-se um experimento na estação de crescimento 2000/01, na região da Depressão Central do Rio Grande do Sul. Avaliaram-se os híbridos simples Pioneer 32R21, de ciclo superprecoce, Dekalb 214, de ciclo precoce, e o híbrido duplo Agroceres 1051, de ciclo normal, em três épocas de semeadura: 22/08/2000 (cedo), 31/10/2000 (intermediária) e 25/01/2001 (tardia), sob condições naturais de precipitação pluvial. A duração dos subperíodos de desenvolvimento em todos os híbridos diminuiu com o atraso da semeadura. As diferenciações do pendão e da espiga ocorreram, respectivamente, nos estádios de 6 - 7 e 10 - 11 folhas completamente expandidas, independente do ciclo do híbrido e da época de semeadura. A taxa de emissão de folhas foi maior na semeadura de outubro e no híbrido de ciclo superprecoce. A área foliar por planta foi menor na semeadura mais tardia, aumentando com o incremento do ciclo do híbrido. O número de espiguetas por espiga, o rendimento de grãos e o peso do grão foram geralmente maiores na semeadura de outubro em relação aos das semeaduras de agosto e de janeiro.
Abstract Variations in environmental conditions determined by different sowing dates have a great influence on maize ontogeny. This experiment was carried out to evaluate the phenological development of three maize hybrids, at three sowing dates. The experiment was carried out at the Depressão Central region of the state of Rio Grande do Sul-Brazil during 2000/ 2001 grows season. The single-cross very early hybrid Pioneer 32R21, the single-cross early hybrid Dekalb 214, and the doublecross normal hybrid Agroceres 1051 were evaluated at 08/22/ 2000 (early), 10/31/2000 (intermediate) and at 01/25/2001 (delayed) sowing dates, with no supplemental irrigation. All hybrids presented shorter developmental subperiods when sowing was delayed. Tassel and ear differentiation occurred, respectively, in the stages of 6 to 7 and 10 to 11 completely expanded leaves, regardless of hybrid cycle and sowing date. The highest leaf emission rate occurred when very early hybrid was sown in October. Delaying sowing resulted in a reduction of leaf area per plant mainly in early hybrids. Number of spikelets per ear, grain yield and grain weight were generally higher in October than in the other two sowing dates.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 34, n. 5 (set./out. 2004), p. 1341-1348
Assunto Fenologia
Milho
Pratica cultural
[en] Cultural practices
[en] Phenology
[en] Zea mays
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22489
Arquivos Descrição Formato
000430179.pdf (61.63Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.