Repositório Digital

A- A A+

Diferentes ambientes para avaliacao da sensibilidade ao acido giberelico em genotipos de trigo (triticum aestivum l.)

.

Diferentes ambientes para avaliacao da sensibilidade ao acido giberelico em genotipos de trigo (triticum aestivum l.)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferentes ambientes para avaliacao da sensibilidade ao acido giberelico em genotipos de trigo (triticum aestivum l.)
Outro título Different environment for the evaluation of giberellic acid sensitivity in wheat (Tritícum aestivum L.) genotypes
Autor Canci, Paulo Cesar
Carvalho, Fernando Iraja Felix de
Barbosa Neto, Jose Fernandes
Oliveira, Marco Antonio Rott de
Franco, Francisco de Assis
Resumo O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de analisar diferentes ambientes para a identificação de genótipos portadores de genes redutores da estatura de planta em trigo, através da reação de sensibilidade ao ácido giberélico (AG). O experimento foi instalado no ano de 1995 em casa de vegetação (CV) e laboratório (LA) na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - FA/UFRGS, Porto Alegre e a campo (CA), em Eldorado do Sul, RS. Foram avaliados 6 genótipos de diferentes estaturas de planta em O e IDOppm de AG em CV e LA e O , 100 e 1OOOppm de AG aplicados quando as plantas apresentavam duas e quatro folhas em CA. A determinação da estatura foi realizada aos 20 dias após a aplicação do tratamento em CV, 18 dias em LA e em quatro avaliações semanais em CA. A separação dos genótipos de acordo com a sensibilidade ao AG foi possível nos três ambientes, sem que a ordem de resposta fosse alterada. A diferença de estatura entre os tratamentos foi utilizada para a comparação entre ambientes e as maiores diferenças de estatura foram observadas em CV e CA. A interação genótipo x ambiente não foi significativa revelando a possibilidade de realização do teste em campo. Para todos os tratamentos aplicados foi possível identificar os genótípos sensíveis ao AG a partir dos 7 dias, através da determinação da estatura e peta identificação visual das plantas.
Abstract This experiment was conducted to analyse different environments in lhe indentification of dv/arf genes m wheat througth lhe giberellic acid (GA) sensitivity reaction. The tests were conducted in 1995, in a greenhouse (GH), laboratory (LA) andfield (Ff) in Porto Alegre and Eldorado do Sul, RS, Brazil. Six genotypes with different heigth were evatualed in GH and LA by treatments with O and 100 GA ppm, and in the Fl, when plants had two tofour leaves in lhe treatments with O, 100 and 1000 GA ppm. The heigth measurement was done 20 days after the application of GA in GH, 18 days in LA andfour-week evaluations in lhe Fl. The identijication of GA sensitive genotypes was possible in ali environments. The heigth difference between the treatments was used to compare the environments, and the targer difference were observed in GH and in the Fl. The genotype x environment interaction was not significam, demonstrating showing the possibility ofusing this identification test in the field. Seven days after the tratment aplication the sensitive of GA genotypes could be detected througth height measurements and visual evaluation.
Contido em Ciencia Rural. Santa Maria. vol. 27, n. 1 (jan./mar. 1997), p. 21-25
Assunto Trigo : Melhoramento genetico vegetal : Genotipo : Estatura de planta : Acido giberelico
[en] Dwarf genes
[en] Giberelic acid
[en] Rht
[en] Rhti
[en] Sensitivity
[en] Triticum aestivum
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22555
Arquivos Descrição Formato
000188193.pdf (58.13Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.