Repositório Digital

A- A A+

Cooperativismo de crédito e empresas de pequeno porte em arranjos produtivos locais

.

Cooperativismo de crédito e empresas de pequeno porte em arranjos produtivos locais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cooperativismo de crédito e empresas de pequeno porte em arranjos produtivos locais
Autor Chaves, Sidney Soares
Orientador Corazza, Gentil
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Cooperativa de crédito
Cooperativismo
Crédito
[en] Credit union
[en] Litlle firms
[en] Productive aglomerate
Resumo Nos diversos estudos sobre Arranjos Produtivos Locais desenvolvidos no país, constatamos que as empresas de pequeno porte apresentam grandes dificuldades em se articular com o sistema financeiro formal, restringindo sua capacidade inovativa e produtiva. Além deste fenômeno, observamos frágeis relações de ações conjuntas e de cooperação entre os diversos agentes econômicos, revelando baixo nível de capital social. No nosso entendimento, o atual estágio do cooperativismo de crédito apresenta condições para auxiliar a combater esses problemas, contribuindo para a sustentabilidade do arranjo produtivo. Este tipo de instituição financeira pode atuar como um Banco de Arranjo Produtivo, auxiliando o fomento do aglomerado, visto que sua principal característica é oferecer serviços financeiros com reduzidos custos de transação, devido à reduzida assimetria de informações proporcionada pela proximidade existente entre o agente financeiro e as pequenas unidades de produção. Acreditamos neste argumento porque o segmento cooperativista de crédito tem apresentado significativo crescimento qualitativo desde a promulgação da Constituição Federal vigente, constituindo-se em elemento importante no desenvolvimento econômico e social de regiões onde as cooperativas estão inseridas, proporcionando inclusão financeira, gerando emprego e renda, e auxiliando na redução de disparidades regionais. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é analisar o comportamento de uma cooperativa de crédito, constituída em 2004 e localizada no arranjo produtivo de confecções de bonés de Apucarana, município pertencente ao Estado do Paraná. Argumentamos que a inserção deste tipo de instituição financeira neste aglomerado produtivo fortalecerá o capital social, proporcionará benefícios econômicos e se constituirá numa opção viável para amenizar o gargalo financeiro das empresas de pequeno porte, impulsionando o desenvolvimento deste segmento empresarial e das localidades onde estão hospedadas.
Abstract In the diverse studies on developed Local Productive Arrangements in Brazil, we evidence that the small business companies present great difficulties in if articulating with the formal financial system, restricting its innovative and productive capacity. In our agreement, the current period of training of the cooperativism of credit presents conditions to assist to fight these problems contributing for the support of the productive arrangement. This type of financial institution can act as a cluster Bank, assisting the promotion of the accumulation, since its main characteristic is to offer financial services with reduced costs of transaction, due to reduced proportionate asymmetry of information for the existing proximity between the financial agent and the small units of production. We believe this argument because the segment has presented significant qualitative growth since the promulgation of the effective Federal Constitution, consisting in important element in the economic and social development of regions where the cooperatives are inserted, providing financial inclusion, generating job and income, and assisting in the reduction of regional inaqualities. In this context, the objective of this work is to analyze the behavior of a cooperativism of credit, consisting in 2004 and located in the productive arrangement of confections of caps of Apucarana, pertaining city to the State of the Paraná. We argue that the insertion of this type of financial institution in this productive accumulation will fortify the capital stock, will provide economic benefits and one will consist in a viable option to brighten up the financial pass of the small business companies, being stimulated the development of this enterprise segment and the localities where they are housed.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/22655
Arquivos Descrição Formato
000714858.pdf (1.365Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.