Repositório Digital

A- A A+

Escritos da lei orgânica do município de Porto Alegre à luz da crítica genética : estudo preliminar de um fenômeno infocomunicacional

.

Escritos da lei orgânica do município de Porto Alegre à luz da crítica genética : estudo preliminar de um fenômeno infocomunicacional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Escritos da lei orgânica do município de Porto Alegre à luz da crítica genética : estudo preliminar de um fenômeno infocomunicacional
Autor Silva, Rosângela Maria Piacentini da
Orientador Oliveira, Lizete Dias de
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Biblioteconomia.
Assunto Informação pública
Informação social
[es] Crítica genética
[es] Información social
[es] Lei orgânica do município de Porto Alegre
[es] Paradigma postcustodial
Resumo Constitui pesquisa teórico documental que analisa os escritos da Lei Orgânica do Município de Porto Alegre (LOM), correspondente à Constituição da capital do Estado do Rio Grande do Sul, recuperados de incêndio ocorrido em 2001. Analisa o objeto deste estudo, os escritos da LOM, à luz da Crítica Genética ou Genética Textual e propõe acompanhar o processo de gênese, da memória dos escritos. Aborda a informação sob o paradigma pós-custodial que a considera processo humano e social e trata da migração desta informação em diferentes suportes e escritas. Estabelece relações entre os diversos documentos que compõem o prototexto ou dossiê genético que é uma reconstrução dos antecedentes dos escritos analisados. Analisa artigos da LOM relacionados com meio ambiente e tece considerações com a consulta pública sobre a área do Pontal do Estaleiro Só, localizada no bairro Cristal em Porto Alegre. Conclui ao ressaltar a importância de estudar os artigos da LOM sob o ponto de vista da Genética Textual que possibilita conhecer a Lei Orgânica de Porto Alegre privilegiando as condições processuais de sua produção, e ao revelar a análise de um processo dinâmico revela o modo de pensar de um povo.
Resumen Constituye una investigación teórica que analiza los escritos de la Ley Orgánica de la Municipalidad de Porto Alegre (LOM), que corresponde a la Constitución de la capital del estado de Rio Grande do Sul, y que se han recuperado del incendio ocurrido en 2001. Analiza el objeto de esta investigación, los escritos de la LOM, a la luz de la Crítica Genética o Genética Textual. Se propone a acompañar el proceso de génesis, de la memoria de los escritos. Aborda la información bajo el paradigma postcustodial, que la considera un proceso humano y social y se ocupa de la migración de esta información en diferentes soportes y escrituras. Establece relaciones entre los diferentes documentos que componen el prototexto genético que es una reconstrucción de la historia de los escritos analizados. Analiza los artículos de la LOM relacionados con el medio ambiente y hace consideraciones acerca la consulta pública de la zona de Pontal do Estaleiro Só, ubicado en el barrio Cristal en Porto Alegre. Concluye destacando la importancia de estudiar los artículos de la LOM, desde el punto de vista de la Genética Textual, que hace posible conocer la Ley Orgánica de Porto Alegre, privilegiando los requisitos procesuales de su producción, al revelar en el análisis de un proceso dinámico el pensamiento de un pueblo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/22699
Arquivos Descrição Formato
000740221.pdf (16.10Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.