Repositório Digital

A- A A+

Marketing de relacionamento e cultura organizacional : uma perspectiva interorganizacional

.

Marketing de relacionamento e cultura organizacional : uma perspectiva interorganizacional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Marketing de relacionamento e cultura organizacional : uma perspectiva interorganizacional
Autor Larentis, Fabiano
Orientador Slongo, Luiz Antonio
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Cultura organizacional
Marketing de relacionamento
Relações interorganizacionais
[en] Boundary spanners
[en] Interorganizational culture
[en] Interorganizational relationships
[en] Marketing channels
[en] Organizational boundaries
[en] Organizational culture
Resumo Relacionamentos interorganizacionais são complexos e multifacetados, por sua natureza não apenas econômica, mas social e cultural. Por sua vez, estratégias de Marketing de Relacionamento não apenas possibilitam vantagens competitivas sustentáveis, mas podem interferir nos sistemas de símbolos e significados de organizações diferentes, através da frequência e qualidade das interações e pela existência de confiança, comprometimento, cooperação e aprendizados comuns. Considerando os fundamentos e práticas do Marketing de Relacionamento, o Marketing como área de fronteira dentro das organizações e as características e processos atinentes à Cultura Organizacional, este estudo teve como propósito analisar a contribuição dos relacionamentos interorganizacionais, especificamente entre fornecedores e clientes, nas suas transformações culturais organizacionais. Assim, tendo uma revisão literária na qual se abordaram a Cultura Organizacional, o Marketing de Relacionamento e as fronteiras organizacionais, foi efetuado um estudo qualitativo de casos múltiplos. Participaram da pesquisa funcionários e intermediários de canais de marketing de uma empresa moveleira (intitulada Empresa M) e de uma empresa de prestação de serviços financeiros (intitulada Empresa S). Foram realizadas quarenta e seis entrevistas em profundidade e uma observação, em quatro fases de pesquisa: a primeira e a terceira fases na Empresa M (vinte e seis entrevistas e uma observação), e a segunda e quarta na Empresa S (vinte entrevistas). A análise de dados utilizada foi a baseada na grounded theory. Os resultados indicam a importância da confiança, do comprometimento, da cooperação e dos processos de aprendizagem nas transformações das culturas organizacionais envolvidas; a importância destas dimensões na continuidade dos relacionamentos e na redução dos conflitos de papel dos interfaceadores; o papel da rotatividade e dos símbolos e significados não compartilhados em enfraquecer essas dimensões e respectivas relações. Por fim, evidenciam a existência de uma cultura interorganizacional, um sistema de símbolos e significados partilhados, por grupos ou indivíduos de organizações diferentes, de forma transitória ou específica a determinadas questões (perspectiva cultural da fragmentação).
Abstract Interorganizational relationships are complex and multifaceted, by its nature not only economic but social and cultural. In turn, Relationship Marketing strategies not only allow sustainable competitive advantages, but can influence the systems of symbols and meanings of different organizations, through the frequency and quality of interactions and the existence of trust, commitment, cooperation and learning processes. Considering the fundamental practices of Relationship Marketing, the boundary characteristics of Marketing in organizations and the characteristics and processes related to organizational culture, this study aimed to analyze the contribution of interorganizational relationships, specifically suppliers and customers, to the changes in organizational cultures. Therefore, considering a literature review in which was addressed Organizational Culture, Relationship Marketing and organizational boundaries, it was made a qualitative multiple-case study. The participants were employees and marketing channels intermediaries of a furniture company (called Company M) and a financial services company (called Company S). Forty-six in-depth interviews and one observation were made, at four phases of research, the first and third phases in Company M, with twenty-six interviews and the observation, and the second and fourth in the Company S, with twenty interviews. The data analysis used was based on grounded theory. The results indicate the importance of trust, commitment, cooperation and learning processes in the changes of organizational cultures considered, the importance of these dimensions in the relationships continuity and boundary spanners’ role conflicts reduction and the role of turnover unshared symbols and meanings in weakening these dimensions and their relations. Finally, demonstrate the existence of interorganizational culture, a system of symbols and meanings shared by groups or individuals from different organizations, on a temporary way or specific to certain issues (culture perspective of fragmentation).
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/22744
Arquivos Descrição Formato
000739876.pdf (1.263Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.