Repositório Digital

A- A A+

O fazer além do filme : o making of como produto da realização cinematográfica

.

O fazer além do filme : o making of como produto da realização cinematográfica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O fazer além do filme : o making of como produto da realização cinematográfica
Autor Sortica, Fabricio de Albuquerque
Orientador Rossini, Miriam de Souza
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidade.
Assunto Indústria cinematográfica
Produção cinematográfica
[en] Cinema
[en] DVD extras
[en] Filmmaking
[en] Home video
[en] Making of
[en] Motion pictures marketing
[es] Cine
[es] Extras de DVD
[es] Home vídeo
[es] Marketing cinematográfico
[es] Producción audiovisual
Resumo Este trabalho estuda o making of enquanto produto da realização cinematográfica, e procura responder a duas questões, considerando o contexto da produção na indústria americana: como ele se relaciona com o filme ao qual se refere e com os demais produtos audiovisuais e promocionais de uma franquia cinematográfica; e que características o definem como tal, e o diferenciam dos demais produtos oriundos do processo de produção cinematográfica. Com base principalmente nas obras de Edward J. Epstein, Jöel Augros e John Izod para as questões sobre a indústria, e Fred Goldberg para tratar do marketing no cinema, além de mapear fontes diversas na internet entre bancos de dados, fichas técnicas e notícias de portais especializados, apresenta um panorama do que são as relações nesse mercado a partir da década de 80, e suas transformações a partir do surgimento das tecnologias digitais de vídeo, quando o vídeo doméstico ganha força com o DVD e aumenta a demanda por extras de produção. Identifica dois níveis de compreensão do making of, um conceitual e amplo, como sendo um processo em que algo é produzido, e outro restrito e inserido neste, enquanto produto audiovisual que apresenta o processo de criação de outro produto também audiovisual. Discute possíveis origens para o making of / produto na evolução das práticas de promoção do cinema. Observa suas características e relações com os demais produtos derivados da realização cinematográfica. Analisa como o making of atua em favor de um filme e da franquia dentro da qual está inserido em dois casos empíricos: os filmes Matrix: Os Segredos da Produção (Matrix Revisited, Josh Oreck, 2001) e De Volta para o Futuro: Fazendo a Trilogia (Back to the Future: Making the Trilogy, Laurent Bouzereau, 2002).
Abstract This work studies the making of as a product of filmmaking, and seeks to answer two questions, considering the context of production in American Film Industry: how it links to the film to which it relates and to the other audiovisual products and promotional excesses of the film franchise; and what characteristics define it as such, and apart from other products from the process of film production. Based mainly on the works of Edward J. Epstein, Joel Augros and John Izod for questions about the industry, and Fred Goldberg to handle motion pictures marketing, in addition to map diverse sources on the internet among databases, news and reports from specialized websites, provides an overview of what are the relations in the movie market from the 80's, and its transformation since the advent of digital video, when the home video gains strength with the DVD and increases the demand for “behind-the-scenes” production. It identifies two different meanings of making of: a conceptual and broad one, as a process in which something is produced; and another specific as an audiovisual product presenting the process of creating another product also audiovisual. It discuss possible origins for the making of as a product in the development of practices of motion pictures marketing. Notes features and their relations with other products of film. Examines how the making of works to promote a movie and its film franchise by studying two cases: the movies Matrix Revisited (Josh Oreck, 2001) and Back to the Future: Making the Trilogy (Laurent Bouzereau, 2002).
Resumen Este trabajo estudia el making of como producto de la realización cinematográfica y busca responder a dos cuestiones considerando el contexto de producción en la industria americana: como él se relaciona con el filme al cual se refiere y con los demás productos audiovisuales y promociónales de una franquía cinematográfica y que características lo definen como tal, diferenciándolo de los demás productos oriundos del proceso de producción cinematográfica. Con base principalmente en las obras de Edward J. Epstein, Jöel Augros y John Izod para las cuestiones sobre la industria y Fred Goldberg para tratar del marketing en el cine, además de mapear fuentes diversas en la Internet entre bancos de datos, fichas técnicas y noticias de portales especializados, presenta un panorama de lo que son las relaciones en ese mercado a partir de la década de 80 y sus transformaciones a partir del surgimiento de las tecnologías digitales de video, cuando el video domestico gana fuerza con el DVD y aumenta la demanda por extras de producción. Se identifican dos niveles de comprensión del making of, uno conceptual y amplio, como siendo un proceso de algo que es producido y otro restringido e inserido en este, como sub-producto audiovisual que representa el proceso de creación de otro producto también audiovisual. Discute posibles orígenes para el making of como producto de la evolución de la practicas de promoción del cine. Observa sus características y relaciones con los demás productos derivados de la realización cinematográfica. Analiza como el making of actúa a favor de un film y su franquía cinematográfica en dos casos empíricos: los filmes Matrix: Los secretos de Producción (Matrix Revisited, Josh Oreck, 2001) y Regreso al Futuro: Haciendo la Trilogía (Back to the Future: Making the Trilogy, Laurent Bouzereau, 2002).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/22760
Arquivos Descrição Formato
000740570.pdf (1.716Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.