Repositório Digital

A- A A+

Do esquecimento ao tombamento : a invenção de Arthur Bispo do Rosário

.

Do esquecimento ao tombamento : a invenção de Arthur Bispo do Rosário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do esquecimento ao tombamento : a invenção de Arthur Bispo do Rosário
Autor Borges, Viviane Trindade
Orientador Schmidt, Benito Bisso
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Artistas
História da arte
História e Arte
Loucura
Memória
Patrimônio cultural
Rosário, Arthur Bispo do 1909-1989.
Teoria da história
[en] Arthur Bispo do Rosário
[en] Biography
[en] Madness and art
[en] Memory
[en] Michel Foucault
[en] Theory of history
Resumo Esta tese conta uma história de Arthur Bispo do Rosário (1909-1989), procurando problematizar sua trajetória através de uma análise enunciativa, mostrando a maneira como o personagem se delineia de diferentes formas, conforme o olhar de quem o apreende, de quem o toma e o institui como objeto. Loucura e arte se entrelaçam para compor a capacidade artística e a genialidade de um sujeito tido como único, que engendraria, em suas criações, todas as referências da arte contemporânea. Bispo não é o produtor central dos acontecimentos que perpassam estas páginas, mas sim o resultado da batalha discursiva aqui problematizada. Objetivou-se mostrar que não existe um único Bispo anterior às tramas discursivas que buscam representá-lo, um sujeito fundante, um ponto de partida que inauguraria seus gestos e palavras. O que existe são diferentes Bispos, produzidos pelos discursos que o apreenderam. Para isso, estudos acadêmicos, documentos institucionais, entrevistas, poemas, sambas enredo, fotografias, reportagens, inventários, bem como as peças por ele produzidas, hoje tidas como obras de arte, foram tomadas como monumentos que procuram dizer quem foi Arthur Bispo do Rosário. O olhar que norteou o presente estudo foi direcionado pelas noções foucautianas de “práticas discursivas e não discursivas”, “sujeito”, “enunciado” e “invenção de si”, além de outros conceitos como “enquadramento da memória” e “monumentalização”, e seus resultados apresentam-se em cinco partes, as quais tentam dar conta da intriga proposta: o período anterior à internação, sua vivência da Colônia Juliano Moreira (RJ), sua versão de si, sua incursão pelo mundo das artes plásticas e sua monumentalização.
Abstract This thesis tells the story of Arthur Bispo do Rosário (1909-1989), looking to investigate and problematize his history through an analysis of enunciation, showing how the character outlines in different ways, depending on the look of someone who understands him, who takes him and who instituting him as an object. Madness and art intertwine to compose the artistic capacity and geniality of a unique man that would engender in his creations, all references in contemporary art. Bispo is not the producer of the central events that run through these pages, but the result of the discursive struggle herein analyzed. This work aimed to show that there isn‟t just one Bispo before the discursive intrigues that looking to represent him, a founding subject, a starting point to inaugurate his gestures and words. What exists are different Bispos, produced by the discourses that had apprehended him. To this end, academic studies, institutional documents, interviews, poems, sambas storyline, photographs, reports, inventories, and documents produced by him, now regarded as works of art were taken as monuments that tell who was looking for Arthur Bispo do Rosário. The look that guided the present study was directed by Foucault‟s notions of "discursive and non-discursive practices," "subject", "utterance" and "self-invention", and other concepts such as "classification of memory" and "monumentalization". Their results are presented in five parts, which try to account for the intriguing proposal: the period prior to his internment, his life experience in Juliano Moreira colony (RJ), his version of himself, his foray into the world of plastic arts and his monumentalization.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/22989
Arquivos Descrição Formato
000739703.pdf (4.480Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.