Repositório Digital

A- A A+

Pesquisa de fatores associados à virulência de Salmonella Hadar através da reação em cadeia da polimerase (PCR)

.

Pesquisa de fatores associados à virulência de Salmonella Hadar através da reação em cadeia da polimerase (PCR)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pesquisa de fatores associados à virulência de Salmonella Hadar através da reação em cadeia da polimerase (PCR)
Autor Cesco, Marco Aurélio de Oliveira
Orientador Nascimento, Vladimir Pinheiro do
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Avicultura
Medicina veterinaria preventiva : Aves
PCR : Aves
Salmonella Hadar
Sanidade avícola
Virulência
Resumo A Salmonella continua sendo um dos principais problemas para a avicultura mundial. Os mecanismos pelos quais ela interage com o seu hospedeiro para causar doenças são complexos e dependem de vários fatores que ainda não foram completamente elucidados. Ainda estamos começando a entender como esse mecanismo funciona a nível molecular. Genes associados à virulência, resistência a antimicrobianos e adaptação ao meio em que vivem são considerados fatores de virulência em todas as bactérias. Neste trabalho sete protocolos para PCR (Polimerase Chain Reaction), testados internacionalmente, foram padronizados para a pesquisa de genes associados à virulência de Salmonella sp. em sua fase de aderência e invasão celular. Após a padronização dos protocolos, foi realizada a pesquisa desses sete genes em 41 amostras de Salmonella Hadar (S. Hadar), levando-se em conta a importância que esse sorovar vem adquirindo nos últimos anos. Também foram traçados o perfil de resistência a antimicrobianos e o perfil bioquímico nessas amostras de S. Hadar. Os sete protocolos para PCR se mostram viáveis para a pesquisa dos genes. Ao analisar as 41 amostras de S. Hadar para os genes estudados neste trabalho foram encontrados quatro perfis genéticos diferentes, sendo que apenas os genes sopE (Salmonella Outer Protein) e avrA (Avirulence), apresentando positividade em 4 e 7 amostras respectivamente, variaram entre os perfis. No teste com os antimicrobianos 73,17% das cepas se mostraram resistentes para a tetraciclina e ainda foram observados altos índices de resistência para a estreptomicina (31,70%) e ampicilina (29,27%). 13 cepas apresentaram multiresistência, sendo assim resistentes a dois ou mais agentes antimicrobianos. Os testes bioquímicos confirmaram todas as amostras como pertencentes ao gênero Salmonella, apresentando variações apenas nos testes de TSI em sua região de bisel, LIA em sua região de bisel, citrato e principalmente a arginina e o dulcitol.
Abstract Salmonella remains one of the biggest problems for the poultry industry. The mechanisms by which it interacts with its host to cause disease are complex and depend on several factors that have not been fully elucidated. Although we are just beginning to understand how this mechanism works at a molecular level. Genes associated with virulence, antibiotic resistance and adaptation to environment are considered virulence factors in all bacteria. In this work seven protocols for PCR (Polymerase Chain Reaction), tested internationally, have been standardized for detection of genes associated with virulence of Salmonella sp. in its phase of adhesion and cell invasion. After the standardization of protocols, was performed a research for this seven genes in 41 strains of Salmonella Hadar (S. Hadar), considering the importance of this serovar has acquired in the last years. Were also tested the antimicrobial resistance profile and biochemical profile in these samples of S. Hadar. The seven protocols for PCR are shown viable to the research of genes. Analyzing the 41 samples of S. Hadar for the genes studied in this work were found four different genetic profiles, in with only the sopE (Salmonella Outer Protein) and avrA (Avirulence) genes varied between the profiles, showing positivity in 4 and 7 samples respectively. In the test with the antimicrobials agents 73,17% of the strains proved resistant for tetracycline, and were still observed high levels of resistance to streptomycin (31,70%) and ampicillin (29,27%). Thirteen strains showed multidrug resistance, being resistant to two or more antimicrobial agents. Biochemical tests confirmed all samples as belonging to the genus Salmonella, with variations only in the tests of TSI in the region of the bezel, LIA in the region of bezel, citrate and especially arginine and dulcitol.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/22997
Arquivos Descrição Formato
000740905.pdf (1.089Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.