Repositório Digital

A- A A+

Avaliação no desempenho de frangos de corte submetidos a três diferentes programas de vacinações para doença infecciosa da Bursa

.

Avaliação no desempenho de frangos de corte submetidos a três diferentes programas de vacinações para doença infecciosa da Bursa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação no desempenho de frangos de corte submetidos a três diferentes programas de vacinações para doença infecciosa da Bursa
Autor Santos, Ricardo dos
Orientador Nascimento, Vladimir Pinheiro do
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Avicultura
Doenca infecciosa bursal
Medicina veterinaria preventiva : Aves
Patologia veterinária : Aves
Sanidade avícola
Vacinação
[en] Antibody
[en] Antígen
[en] Bursal
[en] Disease
[en] Gumboro
[en] Recombinant
[en] Vaccine
[en] Vírus
Resumo A Doença Infecciosa da Bolsa de Fabrício (DIB), conhecida por causar imunodepressão e ser extremamente contagiosa, tem ao longo dos anos na avicultura industrial, determinado consideráveis prejuízos econômicos. Com o crescimento em larga escala da avicultura tem se intensificado a busca pelo melhor programa vacinal, conciliando a proteção adequada ao plantel com o melhor desempenho dos índices de produção. O presente experimento foi conduzido em produtores integrados de frango de corte de uma Empresa do Vale do Taquari, RS - Brasil. O experimento foi realizado em duas etapas, no período de agosto a novembro de 2007 (teste 1) e novembro de 2007 a agosto 2008 (teste 2). O ensaio consistiu na avaliação de três diferentes programas vacinais para DIB usados em cada unidade de produção, sendo uma amostra de vacina convencional contendo uma cepa forte Winterfield 2512 (A), uma vacina complexo antígeno – anticorpo (B) e uma vacina recombinante com o gene VP2 do Vírus da doença infecciosa da bolsa de Fabrício (VDIB) inserido em um herpesvírus (C). Os parâmetros de produção de peso, mortalidade e ganho de peso diário não apresentaram diferença estatística em ambos os testes. Já para a conversão alimentar e Índice de eficiência produtivo a vacina C demonstrou ser mais eficiente estatisticamente em relação às vacinas A e B, somente no teste 1. Os pesos corporais verficados semanalmente aos 07, 14, 21 e 28 dias de idade não apresentaram diferença estatística entre si e nem com os controles não vacinados (NV). Foi observado que os títulos geométricos médios (GMT) dos grupos vacinados e do grupo controle não vacinados (GMT NV) não apresentam diferença significativa nas médias entre as vacinas A, B e C, embora este último apresentasse o menor título. Quando foi comparado o perfil sorológico de aves controles também não foi possível demonstrar nenhuma diferença estatística. A vacina C em avaliação de custo/benefício representou para essa integração avícola um ganho de 1,93 %, quando comparado com a vacina A e um ganho de 2,10 % quando comparada com a vacina B. Os resultados sugerem que a vacina C foi mais eficiente, provando ser uma vacina com menor agressão ao sistema imunológico das aves, pois além dos resultados de desempenho favoráveis também apresentou a resposta sorológica (GMT) inferior e sem nenhuma doença clínica aparente em nenhum dos lotes estudados. As vacinas A e B, embora tenham apresentado proteção maior pelo fato de apresentarem GMT mais altos, retardaram o crescimento das aves em função de serem cepas mais agressivas, portanto determinou um desempenho zootécnico inferior. Baseado nisto, a escolha de um programa de vacinação deve, principalmente, levar em conta as circunstâncias de risco vividas pelo plantel, representadas pela presença de enfermidades concorrentes e a realização de monitorizações cujos critérios de avaliação sejam claros e precisos.
Abstract Infectious bursal disease (IBD), known to cause immunodepression and to be highly contagious, has caused considerable economic damage to industrial aviculture over the years. With the wide-scale growth in aviculture the search for the best vaccine program has been intensified, combining the proper protection of the batch with the best production performance indexes. The study here reported was carried out on integrated producers of broilers from company in the Vale do Taquari, RS – Brazil. The experiment was evaluated in two stages in the periods of August to November 2007 (test 1) and November 2007 to August 2008 (test 2). The test consisted on the evaluation of three different vaccine programs for the IBD used in each production unit, with a conventional vaccine sample containing a hot strain Winterfield 2512 (A), an antigen– antibody complex vaccine (B) and a recombinant vaccine with the VP2 gene of Infectious Bursal Disease Vírus inserted into a herpes virus (C). The parameters of weight production, mortality and daily weight gain did not show statistical differences in both tests. For the feeding conversion and production efficiency index, vaccine C was shown to be statistically more efficient in relation to the vaccines A and B, only in the case of test 1. The body weights measured weekly at 07, 14, 21 and 28 days old did not show a statistical difference between them or in comparison to the non vaccinated controls (NV). It was observed that the geometric mean titer (GMT) of the vaccinated groups and non vaccinated control group (GMT NV) did not show a significant difference between the averages for vaccines A, B and C, although the latter showed the lowest titer. When the serological profiles of the control birds were compared, it was also not possible to identify any statistical difference. The evaluation of the cost/benefit ratio of vaccine C showed for this aviculture integration a gain of 1.93 % when compared with vaccine A, and a gain of 2.10% when compared with vaccine B. The results indicate that vaccine C was the most efficient, verifying it to be a vaccine with lower aggression toward the immunological system of the birds since, besides the favorable performance results, it also showed a lower serological response (GMT) and none of the flocks studied showed any apparent clinical disease. Although vaccines A and B showed greater protection through their higher GMT values, they retarded the growth of the birds since they are more aggressive strains, thus resulting in a lower zootechnical performance. On this basis, the choice of a vaccination program must, mainly, consider the risk circumstances associated with the flock represented by the presence of concurring diseases, the carrying out of monitoring with clear and concise evaluation criteria.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/22998
Arquivos Descrição Formato
000740907.pdf (180.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.