Repositório Digital

A- A A+

Morfologia externa de Parastacus brasiliensis (Decapoda, Parastacidae)

.

Morfologia externa de Parastacus brasiliensis (Decapoda, Parastacidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morfologia externa de Parastacus brasiliensis (Decapoda, Parastacidae)
Outro título External morphology of Parastacus brasiliensis (Decapoda, Parastacidae)
Autor Horn, Ana Cristina Moura
Buckup, Ludwig
Noro, Clarissa Köhler
Barcelos, Daniela Ferreira
Resumo Parastacus brasiliensis (von Martens, 1869) é um lagostim de água doce endêmico da região meridional brasileira, ocorrendo nas bacias que formam o estuário do Guaíba, na depressão central do Estado do Rio Grande do Sul. O objetivo deste estudo é descrever e ilustrar a morfologia externa e a distribuição dos diferentes tipos de setas nos apêndices de exemplares adultos de P. brasiliensis. Em laboratório, os exemplares foram dissecados e detalhes da organização morfológica foram descritos e ilustrados com auxílio de câmara clara adaptada ao estereomicroscópio. Microscopia eletrônica de varredura foi utilizada para um melhor detalhamento no estudo das setas. Os resultados obtidos foram comparados com outras espécies de lagostins e com estágios juvenis de P. brasiliensis. Os tipos de setas e o padrão de distribuição observados são similares ao encontrado em Austropotamobius pallipes (Lereboullet, 1858). Diferenças foram encontradas no basipodito e no coxopodito do primeiro maxilípodo e na primeira maxila de P. brasiliensis, onde setas serradas são substituídas por formas plumodenticuladas e multidenticuladas.
Abstract Parastacus brasiliensis (von Martens, 1869) is an endemic South Brazilian freshwater crayfish that occurs in the river systems belonging to the Guaíba estuary, in the central lowlands of the state of Rio Grande do Sul. The aim of this study is to describe and illustrate the external morphology and the distribution of the different types of setae on the appendages of adult P. brasiliensis. In laboratory, the specimens were dissected and the details of the morphological organization described and drawn with a camara lucida adapted to a stereomicroscope. A scanning electron microscope was utilized for a more detailed study of the setae. The results were compared with other crayfish species and also with the juvenile stages of P. brasiliensis. The types and the distributional pattern of the setae observed are similar to Austropotamobius pallipes (Lereboullet, 1858). Differences were found in the basipodite and the coxopodite of the first maxilliped and in the first maxilla of P. brasiliensis, where the serrate setae are replaced by the plumodenticulate and multidenticulate forms.
Contido em Iheringia : série zoologia, Porto Alegre, RS. Vol. 98, n. 1 (mar. 2008), p. 148-155
Assunto Lagostim
Morfologia animal
Parastacus brasiliensis
[en] Appendages
[en] Crayfish
[en] Setae
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23069
Arquivos Descrição Formato
000654911.pdf (469.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.