Repositório Digital

A- A A+

Fauna de aranhas (Arachnida, Araneae) em diferentes estágios do cultivo de arroz irrigado em Cachoeirinha, RS, Brasil

.

Fauna de aranhas (Arachnida, Araneae) em diferentes estágios do cultivo de arroz irrigado em Cachoeirinha, RS, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fauna de aranhas (Arachnida, Araneae) em diferentes estágios do cultivo de arroz irrigado em Cachoeirinha, RS, Brasil
Autor Rodrigues, Everton Nei Lopes
Mendonca Junior, Milton de Souza
Ott, Ricardo
Resumo Com a intenção de conhecer a diversidade da araneofauna relacionada à cultura do arroz, foi realizado um inventário deste agroecossistema ainda pouco estudado em sua biodiversidade. Foram realizadas 17 amostragens na Estação Experimental do Arroz (EEA), do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), Cachoeirinha, RS (50o58’21’’W; 29o55’30’’S) entre outubro de 2004 e junho de 2005, em três períodos: antes do arroz ser semeado, durante o desenvolvimento do arroz e após a colheita. As coletas foram efetuadas no período matinal utilizando rede-de-varredura (35 cm de diâmetro), 50 golpes em cada um dos quatro transectos por amostragem. Coletou-se um total de 918 aranhas distribuídas em 14 famílias, com predomínio de Araneidae, Anyphaenidae, Oxyopidae e Tetragnathidae. Entre os indivíduos adultos, foram determinadas 38 morfoespécies, as mais abundantes Alpaida veniliae (Keyserling, 1865), Tetragnatha nitens (Audouin, 1826), Ashtabula sp.1 e Tetragnatha aff. jaculator, as quatro juntas com mais de 45% dos espécimes adultos coletados. Dos estimadores de riqueza de espécies utilizados, o que mais se aproximou da riqueza observada foi Chao 1; segundo este, 87,4% das espécies potencialmente presentes foram amostradas. Os resultados demonstraram que tanto abundância como riqueza tiveram a tendência ao crescimento, acompanhando o desenvolvimento da lavoura de arroz. Uma constante colonização no hábitat foi constatada dado o alto número de aranhas jovens encontradas em todos os períodos. Não foram encontradas diferenças significativas para a correlação entre dados abióticos (temperatura e pluviosidade) com a abundância e a riqueza, exceto pluviosidade vs. riqueza. Entre os grupos funcionais, houve o predomínio das caçadoras emboscadoras, seguido das construtoras de teias orbiculares. A análise de similaridade (ANOSIM) encontrou diferenças significativas entre a fauna dos três períodos avaliados. Assim, a perturbação na forma como o arroz é semeado e colhido altera a estrutura ambiental brutalmente, conduzindo a uma mudança na diversidade de aranhas em termos de riqueza e composição de espécies. Os resultados sugerem a importância de estudos da biodiversidade nos agroecossistemas.
Abstract The spider diversity associated to a rice field was surveyed along different stages of the culture. The studied area belongs to the Estação Experimental do Arroz (EEA), Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), Cachoeirinha, state of Rio Grande do Sul, Brazil (50o58’21’’W; 29o55’30’’S). Between October 2004 and June 2005, 17 samples were taken, distributed in three periods: before seeding, during the development of the rice plants and after the harvest. Samples were done in the morning using sweeping nets (35 cm diameter), 50 sweeps in each of four randomly chosen transects. A total of 918 spiders were sampled, distributed in 14 families, mostly Araneidae, Anyphaenidae, Oxyopidae and Tetragnathidae. Among the adults, 38 morphospecies were found, the most abundant were Alpaida veniliae (Keyserling, 1865), Tetragnatha nitens (Audouin, 1826), Ashtabula sp.1 and Tetragnatha aff. jaculator, the four together comprising more than 45% of the adult specimens. Of the species richness estimators used, Chao 1 was closer to the observed richness; 87,4% of the potentially present species were effectively sampled. Both abundance and species richness showed an increasing trend, accompanying rice development (and thus increasing habitat complexity), with a stern decrease after harvesting. A constant colonization of the habitat is thus postulated, also given the high number of young spiders found at all times. There were no significant correlations between climatic factors (temperature and rainfall) and neither abundance nor species richness, except a positive one between rainfall and richness. Among the functional groups, ambushing hunters dominated, followed by orb-web builders. An analysis of similarity (ANOSIM) found significant differences among the fauna of the three evaluated periods. Thus, system disturbance, in the form of rice sowing and harvesting, brutally altering environmental structure, leads to strong spider diversity changes both in terms of species richness and species composition. The results suggest biodiversity studies in agroecosystems can help us understand not only applied but also basic problems.
Contido em Iheringia. Série Zoologia. Porto Alegre. Vol. 98, n. 3 (set. 2008), p. 362-371
Assunto Agroecossistema
Aracnídeos
Araneae
Biodiversidade
[en] Agroecosystem
[en] Biodiversity
[en] Spiders
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23074
Arquivos Descrição Formato
000670556.pdf (133.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.