Repositório Digital

A- A A+

O conceito de instituição nas modernas abordagens institucionalistas

.

O conceito de instituição nas modernas abordagens institucionalistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O conceito de instituição nas modernas abordagens institucionalistas
Outro título The concept of institution in modern institutionalist approaches
Autor Conceição, Octavio Augusto Camargo
Resumo A multiplicidade de elementos que se abrigam sob a designação de instituição exige precisão teórica sobre o que se quer referir com tal termo. A necessidade de inserir o conceito de instituição em seu respectivo contexto teórico explicita a importância das abordagens institucionalistas, que, mesmo tendo seu eixo analítico no referido conceito, abrigam diferentes enfoques, às vezes inconciliáveis. Tais diferenças teóricas, conceituais e analíticas não inviabilizam o vigor do pensamento institucionalista, mas, pelo contrário, o fortalecem, dado que é a diversidade que o torna conceitualmente rico. O presente artigo discute alguns pontos do pensamento de Veblen, o corpo de conhecimento neo-institucionalista e a contribuição da Nova Economia Institucional de Coase e Williamson. Analisa também a importância da Escola Francesa da Regulação e dos neo-schumpeterianos ou evolucionários para o pensamento institucionalista.
Abstract This paper seeks to show that a clearly defined though not always convergent theoretical core is shared by the various institutionalist approaches. What distinguishes them is the definition of institution itself, which may denote not only behavioral norms but also institutional forms, organization patterns or even property rights issues. Such differentiation, however, does not invalidate the theoretical contributions made by each different approach but rather points to the very source of richness in institutionalist thought, the relevance of which lies precisely in interaction and diversity. The article discusses the characteristics of Veblen’s contribution, the institutionalist body of knowledge and the contributions made by Ronald Coase’s and Oliver Williamson’s New Economic Institution. It further discusses the importance of the French school of regulation and of neo-Schumpeterians or evolutionists to institutionalist thought.
Contido em Revista de economia contemporânea. Rio de Janeiro. Vol. 6, n. 2 (jul./dez.2002), p. 119-146
Assunto Custos de transação
Institucionalismo
[en] Institutional economics
[en] Institutionalism
[en] Transaction costs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23117
Arquivos Descrição Formato
000369565.pdf (98.86Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.