Repositório Digital

A- A A+

Conversas sobre sexualidade na família e gravidez na adolescência : a percepção dos pais

.

Conversas sobre sexualidade na família e gravidez na adolescência : a percepção dos pais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conversas sobre sexualidade na família e gravidez na adolescência : a percepção dos pais
Autor Dias, Ana Cristina Garcia
Gomes, William Barbosa
Resumo Estudou-se a percepção sobre dificuldades informativas e comunicativas em conversas sobre sexualidade com as filhas. Entrevistou-se quatro casais e cinco mães, envolvendo oito famílias com filhas adolescentes grávidas, pertencentes à classe média baixa. Na análise, seguiram-se os três passos reflexivos da Psicologia Fenomenológica: descrição, que indica o modo de compreensão do tema em foco; redução, que especifica criticamente o modo de compreensão e sua relação com a concretude da situação; e interpretação, que explora novas possibilidades para compreensão, explicação e intervenção. Interpretou-se que os pais encontravam-se confusos em relação aos valores relacionados à sexualidade das jovens e também em relação ao seu papel na educação sexual. A informação era ambígua desde que os pais não tinham clareza dos valores que pretendiam transmitir aos filhos. Por conseguinte, a comunicação não se estabelecia pela ambigüidade associada à re-significação da experiência sexual dos pais diante das vivências das filhas, e das transformações de valores da atualidade. Os pais percebiam adequadamente o que estava acontecendo com a vida sexual das filhas mas não conseguiam meios expressivos efetivos para orientação 1) por estimarem equivocadamente o conhecimento das filhas sobre anticoncepcionais; 2) por tentarem postergar a iniciação sexual das filhas; e 3) por não se considerarem aptos para falar de sexualidade e de métodos anticoncepcionais.
Abstract Talking about sexuality in the family and pregnancy of adolescent girls: The parents’ perception The aim of this study was to understand the parents’ perception of pregnant adolescents, taking as evidence their perception about the conversations established in the family context about sexuality. Thirteen semi-structured interviews with nine mothers and four fathers, coming from low middle class, were conducted. The interviews were analyzed and interpreted according to three phenomenological reflexive steps: description, that indicates the way of comprehension of the theme in focus; reduction, that specifies critically the way of comprehension and its relation with the concreteness of the situation; and interpretation, that defines new possibilities of understanding, explication and intervention. The analysis showed that the parents had conflicting values in relation to adolescent sexuality and were confused about their role in the sexual orientation of their daughters. This ambiguity was an effect of the re-signification of the sexual experience of parents in face of their daughters’ experiences and the changing values of present days. Parents were capable of perceiveing what was going on in their daugthers’ sexual lives, but did not feel able to give them an effective orientation. They failed in their attempt to provide this effective orientation because: 1) they overestimated their daughters’ knowledge about contraceptive methods; 2) they tried to postpone the sexual initiation of their daughters; and 3) they felt unprepared to talk about sexuality and contraception
Contido em Estudos de psicologia (Natal). Vol. 4, n. 1 (jan./jun. 1999), p. 79-106
Assunto Adolescente
Gravidez
[en] Adolescence
[en] Family
[en] Phenomenology
[en] Pregnancy
[en] Talking
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23133
Arquivos Descrição Formato
000294476.pdf (289.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.