Repositório Digital

A- A A+

Qualidade de sementes de acessos de melão crioulo (Cucumis melo L.)

.

Qualidade de sementes de acessos de melão crioulo (Cucumis melo L.)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Qualidade de sementes de acessos de melão crioulo (Cucumis melo L.)
Outro título Quality of landrace melon seeds (Cucumis melo L.)
Autor Delwing, Andréa Becker
Franke, Lucia Brandao
Barros, Ingrid Bergman Inchausti de
Resumo O estudo avaliou a qualidade de sementes de seis acessos de melões crioulos (Cucumis melo L.), oriundos de propriedades de agricultores familiares de diferentes regiões do estado do Rio Grande do Sul. Os ensaios experimentais foram realizados no Laboratório de Análise de Sementes do Ministério da Agricultura (LASO/LANAGRO-RS) e no Laboratório de Sementes do Departamento de Plantas Forrageiras e Agrometereologia da Faculdade de Agronomia da UFRGS. As sementes de cada acesso foram avaliadas quanto a coloração e dimensão e submetidas às seguintes determinações: peso de mil sementes, germinação, primeira contagem de germinação, índice de velocidade de germinação, peso seco das plântulas, tamanho das plântulas e envelhecimento acelerado e sanidade. Todos os acessos apresentaram mais de 80% de germinação, independente das condições de manejo pós-colheita e armazenamento. As sementes dos acessos de melões tradicionais apresentaram variações significativas na coloração e dimensões. Os testes sanitários não indicaram a presença de vírus ou bactérias nos acessos, embora tenha sido observada a presença dos fungos Phoma sp., Cladosporium sp. e Fusarium sp.
Abstract This study aimed to evaluate the quality of seeds from six landrace melon (Cucumis melo L.) accessions, obtained from family farms across different zones in the state of Rio Grande do Sul. The assays were carried out in the Seed Analysis Laboratory, Ministry of Agriculture (LASO/ LANAGRO-RS), and in the Seed Laboratory Department of Forage Plants and Agrometeorology, Faculty of Agronomy, Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS). Samples were evaluated by the weight of one thousand seeds, germination test, first count, germination speed index, seedling dry weight, seedling size and accelerated aging test. The seeds of traditional melon accessions showed significant variation in color and size. All the accessions had more than 80% germination, regardless of post-harvest and storage management, indicating that the use of these varieties can be increased. The accelerated aging test did not permit ranking of the seed vigor level. Sanitary tests did not reveal viruses or bacteria in the seeds investigated, although Phoma sp., Cladosporium sp. and Fusarium sp. were detected in some accessions.
Contido em Revista Brasileira de Sementes, Brasília. Vol. 29, n. 2 (ago. 2007) p. 187-194
Assunto Melao
Semente : Germinacao
[en] Germination
[en] Landraces
[en] Traditional agriculture
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23290
Arquivos Descrição Formato
000633497.pdf (78.21Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.