Repositório Digital

A- A A+

Genetics, surnames, grandparents' nationalities, and ethnic admixture in southern Brazil - do the patterns of variation coincide?

.

Genetics, surnames, grandparents' nationalities, and ethnic admixture in southern Brazil - do the patterns of variation coincide?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Genetics, surnames, grandparents' nationalities, and ethnic admixture in southern Brazil - do the patterns of variation coincide?
Autor Dornelles, Claudia Leães
Callegari-Jacques, Sidia Maria
Robinson, Wanyce Miriam
Weimer, Tania de Azevedo
Franco, Maria Helena Lartigau Pereira
Hickmann, Ane Cristina
Geiger, Cleonice Jobim
Salzano, Francisco Mauro
Resumo Uma amostra de 2.708 descendentes de europeus que vivem no Rio Grande do Sul, o qual foi subdividido em sete mesorregiões, e de 226 pessoas da mesma procedência provenientes de Santa Catarina foi estudada quanto a 17 sistemas genéticos protéicos, nacionalidades dos avós, sobrenomes dos indivíduos e mistura interétnica. Não foram encontradas diferenças significantes entre as mesorregiões, os alelos que apresentaram a maior e a menor diferença sendo GLO1*2 (16%) e PGD*A (2%), respectivamente. Os valores observados foram os esperados para descendentes de europeus, a maior diferença sendo uma menor prevalência do alelo P*1 (34-39%). Por outro lado, foi encontrada heterogeneidade significante entre mesorregiões em relação às outras variáveis consideradas, a qual foi consistente com dados históricos. A contribuição ameríndia estimada para o conjunto gênico de descendentes de europeus da população do Rio Grande do Sul foi tão alta quanto 11%. O resultado mais geral obtido, considerando os quatro conjuntos de dados, foi o de uma tendência de divisão nordeste-sudoeste para as populações estudadas. Sete associações fenotípicas significativas entre sistemas foram obtidas a nível de 5% (três a nível de 0.1%). Duas destas foram também observadas por outros autores: MNSs/Duffy e Rh/ACP.
Abstract A total of 2,708 individuals from the European-derived population of Rio Grande do Sul, divided into seven mesoregions, and of 226 individuals of similar origin from Santa Catarina were studied. Seventeen protein genetic systems, as well as grandparents’ nationalities, individuals’ surnames, and interethnic admixture were investigated. The alleles which presented the highest and lowest differences were GLO1*2 (16%) and PGD*A (2%), respectively, but in general no significant genetic differences were found among mesoregions. The values observed were generally those expected for individuals of European descent, with the largest difference being a lower prevalence (34-39%) of P*1. Significant heterogeneity among mesoregions was observed for the other variables considered, and was consistent with historical records. The Amerindian contribution to the gene pool of European-derived subjects in Rio Grande do Sul was estimated to be as high as 11% Based on the four data sets, the most general finding was a tendency for a northeast-southwest separation of the populations studied. Seven significant phenotype associations between systems were observed at the 5% level (three at the 0.1% level). Of the latter, the two most interesting (since they were also observed in other studies) were MNSs/Duffy and Rh/ACP.
Contido em Genetics and molecular biology. Ribeirão Preto. Vol. 22, no. 2 (June 1999), p. 152-161
Assunto Genética
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23366
Arquivos Descrição Formato
000297923.pdf (83.60Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.