Repositório Digital

A- A A+

Produção mais limpa na indústria automotiva : um estudo de fornecedores no estado do Rio Grande do Sul

.

Produção mais limpa na indústria automotiva : um estudo de fornecedores no estado do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Produção mais limpa na indústria automotiva : um estudo de fornecedores no estado do Rio Grande do Sul
Autor Madruga, Kátia Cilene Rodrigues
Orientador Nascimento, Luis Felipe Machado do
Data 2000
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Gerenciamento : Tecnologia : Produção limpa
Gestao : Meio ambiente : Estrategia empresarial : Qualidade ambiental
Indústria automobilística : Parceria : Fornecedor : Autopeças : Competitividade : Rio Grande do Sul
Resumo A demanda por maior responsabilidade social e ecológica, a pressão do mercado internacional e os custos da produção têm levado as empresas a adotarem estratégias ambientais preventivas que possam gerar um diferencial competitivo. Este trabalho pretende colaborar para o debate a respeito do surgimento de um novo modelo de produção que parece responder às atuais necessidades das empresas por um melhor desempenho ambiental: o modelo de produção mais limpa. Para realização deste estudo foi escolhida a indústria automotiva, devido à sua importância no cenário econômico internacional e, especialmente, porque foi exatamente nessa indústria onde nasceram os dois principais modelos de produção que marcaram este século: a produção em massa e a produção enxuta. Na emergência deste novo modelo, procurou-se observar como tem sido sua abordagem no setor automotivo através da verificação dos seus reflexos na cadeia de suprimento. O objeto deste estudo é um conjunto de oito empresas localizadas no Estado do Rio Grande do Sul que pertencem à cadeia de fornecedores da indústria automotiva. O estudo buscou identificar o comportamento dessas empresas em relação ao modelo de produção mais limpa, a partir da realização de entrevistas com os responsáveis por meio ambiente. Entre os resultados da pesquisa foi possível observar que as empresas ainda adotam muitas técnicas de “fim-de-tubo”, contudo na medida que investem na maior eficiência e qualidade de seus processos, crescem as práticas que vão ao encontro da produção mais limpa.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/2342
Arquivos Descrição Formato
000272825.pdf (224.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.