Repositório Digital

A- A A+

Atelier de vivências : um ambiente propício à construção do cuidado à criança hospitalizada por maus-tratos

.

Atelier de vivências : um ambiente propício à construção do cuidado à criança hospitalizada por maus-tratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atelier de vivências : um ambiente propício à construção do cuidado à criança hospitalizada por maus-tratos
Autor Eidt, Olga Rosaria
Biehl, Jane Isabel
Algeri, Simone
Resumo O presente estudo tem como objetivo repensar e construir, a partir das vivências, sentimentos e expectativas das enfermeiras e auxiliares de enfermagem, uma prática assistencial às crianças hospitalizadas por maus-tratos familiares. A base metodológica foi a “Aprendizagem vivenciada em grupo”, denominada de “Atelier de Vivências”. O contexto da experiência concreta e reflexões trazidas e compartilhadas pelos cuidadores de enfermagem oportunizou perceberem-se e sentirem-se como pessoas que enfrentam no seu cotidiano o fenômeno criança maltratada e familiar agressor. Os significados emergidos do cuidado de enfermagem trouxeram também a legitimação de que o cuidador de enfermagem é um ser que necessita ser cuidado.
Abstract The present study has the objective to rethink and to build a nursing assistance to a hospitalized abused child by his/her family, based on living experiences, feelings and expectations of nurses and auxiliary personnel. The methodological concept used was the “living learning experience into the group”, defined as “living workshop”. The thoughts brought and shared by the nursing caregivers, gave opportunity to the group to perceive and to feel themselves as people who face in their life routine the phenomenon called “abused child” and “family member-aggressor”. The meaning aroused from the nursing care legitimated the fact that the nursing caregiver is the one who needs to be cared.
Resumen El presente artículo tiene como objetivo repensar y construir una práctica asistencial para niños hospitalizados por maltratos de los familiares, a partir de las vivencias, sentimientos y expectativas de enfermeras y ayudantes de enfermería. La base metodologica de la “oficina de vivencias” fue la aprendizage a partir de las experiencias vividas en el grupo. El contexto de la experiencia y las reflexiones compartidas por los cuidadores de enfermería, criaran la oportunidad para que los miembros del grupo diesen cuenta y sentiesen a ellos mismos como personas que enfrentan, en su cotidiano, el fenómeno del niño maltratado y familiares que maltratan. Los significados emergidos de los cuidados de enfermería también legitimaron que el cuidador de enfermería es un ser que necesita de cuidados.
Contido em Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre. Vol. 19, n. 1 (jan. 1998), p. 47-55
Assunto Criança hospitalizada : Maus tratos : Cuidados de enfermagem
[en] Hospitalized abused child
[en] Living workshop
[en] Nursing caregivers
[en] Perceptions and feeling
[es] Cuidadores de enfermería
[es] Niño hospitalizado
[es] Oficina de vivencia
[es] Percepción
[es] Sentimiento
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23435
Arquivos Descrição Formato
000116696.pdf (50.06Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.