Repositório Digital

A- A A+

Sentimentos das mães de recém-nascidos prematuros : implicações para a enfermagem

.

Sentimentos das mães de recém-nascidos prematuros : implicações para a enfermagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sentimentos das mães de recém-nascidos prematuros : implicações para a enfermagem
Outro título Sentimientos de las madres de recién nacidos prematuros: implicaciones para la enfermería
Outro título Feelings of mothers of prematurely born babies: nursing implications
Autor Fraga, Iara Teresinha Gama
Pedro, Eva Néri Rubim
Resumo Estudo qualitativo do tipo estudo de caso com o objetivo de conhecer os sentimentos das mães de bebês prematuros em UTIN. Utilizou-se para coleta uma entrevista semi-estruturada. A questão norteadora foi: como você se sente tendo seu filho internado? Investigou-se 20 mães de bebês com idade gestacional entre 31 e 36 semanas, em outubro e novembro de 2001. As informações analisadas pela técnica de Análise de Conteúdo de Bardin identificaram duas categorias: sentimentos e acontecimentos. Nos resultados apareceram os sentimentos: tristeza, medo, culpa, confiança e esperança. Ao término do estudo propicia-se uma reflexão para a prática do cuidado ao binômio mãe/bebê.
Resumen Estudio cualitativo del tipo de estudio de caso con el objetivo de conocer los sentimientos de las madres de bebés prematuros internados en la Unidad de Terápia Intensiva Neontal(UTIN). La colecta se dió por medio de una entrevista semiestructurada. La cuestión nortedora es: como se siente teniendo su hijo internado? Fueron investigadas 20 madres de bebés prematuros com edad gestacional entre 31 y 36 semanas. Fué utilizada la técnica de Análisis de Contenido de Bardin. Emergieron dos categorías: sentimientos y acontecimientos. Los resultados mostraran los sentimientos: tristeza, miedo, culpa,confianza y esperanz. El estudio propicía una reflexión para la práctica del cuidado al binómio madre/bebé.
Abstract This is a qualitative case study about the feelings of mothers of prematurely born babies that were at the Neonatal Intensive Care Unit (NICU). Data was collected through semi-structured interviews. The research’s main question was: how do you feel about your child being hospitalized? Twenty mothers of premature babies with gestational ages from 31 to 36 weeks were investigated. Bardin’s technique of content analysis was used. Two categories emerged from the mothers’ reports: feelings and events. The results brought up feelings such as sadness, fear, guilt, confidence and hope. To complete the study the author provides a reflection about care procedures to the mother/baby binomial.
Contido em Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre, RS. Vol. 25, n. 1 (abr. 2004), p. 89-97
Assunto Avaliação em enfermagem
Emoções
Mães
Prematuro
Recém-nascido
[en] Emotions
[en] Infant
[en] New born
[en] Nursing assessment
[es] Emociones
[es] Evaluación en enfermería
[es] Recién nacido
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23540
Arquivos Descrição Formato
000439971.pdf (43.41Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.