Repositório Digital

A- A A+

Lagartos e serpentes (Lepidosauria, Squamata) do mioceno médio-superior da Região Norte da América do Sul

.

Lagartos e serpentes (Lepidosauria, Squamata) do mioceno médio-superior da Região Norte da América do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Lagartos e serpentes (Lepidosauria, Squamata) do mioceno médio-superior da Região Norte da América do Sul
Autor Hsiou, Annie Schmaltz
Orientador Ferigolo, Jorge
Co-orientador Albino, Adriana María
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Amazônia
Lagartos
Paleovertebrados
Serpentes
[en] Colombia
[en] Lizards
[en] Miocene
[en] Snakes
[en] Southwestern Brazilian Amazonia
[en] Venezuela
Resumo Lagartos e serpentes fósseis da América do Sul são registrados desde o Cretáceo inferior até o Pleistoceno superior-Holoceno para a Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela. Para o Cretáceo, os restos de lagartos e serpentes são principalmente do Brasil e da Argentina. Lagartos filogeneticamente relacionados com a ancestralidade dos Squamata ocorrem em sedimentos do Cretáceo inferior e superior das regiões nordeste e sudeste do Brasil. As serpentes estão representadas pelos Anilioidea para o sudeste do país, e pelos Madtsoiidae para o Cretáceo médio do Estado do Maranhão. Para a Argentina, um provável Iguanidae foi descrito, além de fósseis de lagartos ainda indeterminados. As serpentes estão representadas no Cretáceo superior da Argentina pelos Dinilysiidae, Madtsoiidae, Anilioidea, e uma das serpentes mais primitivas conhecidas Najash rionegrina e provavelmente Boidae. Além da Argentina e Brasil, os Madtsoiidae também foram referidos para o Cretáceo superior da Bolívia. Para o Paleógeno, os lagartos são representados pelos Iguanidae, Gekkonidae, Teiidae, ?Scincidade e Anguimorpha. As serpentes são conhecidas quase que exclusivamente por fragmentos de vértebras das famílias Madtsoiidae, Palaeopheidae, Aniliidae, Boidae e Tropidophiidae. Para o Neógeno o material é ainda mais numeroso, onde a grande maioria dos gêneros e espécies fósseis de lagartos e serpentes ainda ocorre na herpetofauna sul-americana. Embora tenha ocorrido notável incremento no conhecimento do registro fóssil de lagartos e serpentes na América do Sul, até agora alguns problemas ainda persistiam, como a ausência de informação destes grupos no início do Néogeno do Brasil, e a ausência de trabalhos de integração dos dados para o Cenozóico sul-americano, o que tem limitado as interpretações sobre a evolução dos escamados, principalmente para à região norte da América do Sul. Neste trabalho foram descritos fósseis atribuídos aos Teiidae (cf. Paradracaena sp), Boidae (Eunectes sp e cf. Eunectes) e aos Anilioidea (Colombophis portai e C. spinosus sp. nov.) para a Formação Solimões, Mioceno superior do sudoeste da Amazônia brasileira. A associação de lagartos e serpentes encontrada na Formação Solimões indica uma similaridade ecológica entre as faunas miocênicas do norte da América do Sul, tais como La Venta (Colômbia) e região de Urumaco (Venezuela). Esta fauna de escamados descrita neste trabalho representa o primeiro registro do grupo para o Neógeno do sudoeste da Amazônia brasileira, e talvez contribua para um melhor entendimento anatômico de certos grupos, bem como para a distribuição dos mesmos na região norte da América do Sul.
Abstract South American fossil lizards and snakes are known from Early Cretaceous to Late Pleistocene-Holocene of Argentina, Bolivia, Brazil, Colombia, Ecuador, Peru, Uruguay and Venezuela. For the Cretaceous, lizard and snake remains are mainly from Brazil and Argentina. The most ancient lizards (related to the ancestry of Squamata) are from the Early and Late Cretaceous sediments of the northeastern and southeastern regions of Brazil. Snakes are represented by Anilioidea in the southeastern region. In addition, Madtsoiidae were reported for the Middle Cretaceous of Maranhão State. For Argentina, an Iguanidae lizard was described, as well as additional undetermined remains of lizards. The snakes are represented in the Late Cretaceous of Argentina by Dinilysiidae, Madtsoiidae, Anilioidea, and one of the most primitive snake known, Najash rionegrina, and probably Boidae. Besides the records of Argentina and Brazil, Madtsoiidae were also referred to the Late Cretaceous of Bolivia. For the Paleogene, the lizards are represented by Iguanidae, Gekkonidae, Teiidae, ?Scincidade, and Anguimorpha. Snakes are almost known exclusively by fragments of vertebrae of the families Madtsoiidae, Palaeopheidae, Aniliidae, Boidae and Tropidophiidae. In the Neogene the material is even more numerous, the majority of fossil lizards and snakes (genera and species) are still living in South American herpetofauna. Although there was considerable increase in knowledge of the fossil record of lizards and snakes in South America, yet there were still some problems such as lack of information for these groups from the beginning of the Neogene of Brazil and the lack of works data integration for the South American Cenozoic, what has limited interpretations concerning the evolution of the squamates, mainly to northern South America. In this study were described fossils attributed to the Teiidae (cf. Paradracaena sp), Boidae (Eunectes sp. and cf. Eunectes sp.), and Anilioidea (Colombophis portai and C. spinosus sp. nov.) for the Solimões Formation, Late Miocene of the southwestern Brazilian Amazonia. The association of lizards and snakes found in the Solimões Formation indicates an ecological similarity between the faunas of the northern Miocene South America, such as La Venta (Colombia) and the region of Urumaco (Venezuela). The squamate fauna described here, represents the first record of the group for the Neogene of southwestern Brazilian Amazonia and perhaps a contribution for a better understanding of the anatomy of certain groups, as well as their distribution in the northern South America.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/23712
Arquivos Descrição Formato
000742707.pdf (6.825Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.