Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das células do infiltrado inflamatório peritumoral dos carcinomas espinocelulares de boca

.

Avaliação das células do infiltrado inflamatório peritumoral dos carcinomas espinocelulares de boca

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das células do infiltrado inflamatório peritumoral dos carcinomas espinocelulares de boca
Outro título Evaluation of tumor infltrating lymphocyte in oral sguamous cell carcinoma
Autor Chaves, Anna Cecília Moraes
Ramalho, Luciana
Sant'Ana Filho, Manoel
Resumo O presente trabalho utilizou-se anticorpos monoclonais para a caracterização das células de defesa do sistema irnunológico presentes no infdtrado inflamatório peritumoral em carcinomas espinocelulares de boca e sua relação com o grau histológico de malignidade dos tumores. Acredita-se que alterações no número ou na função destas células poderiam influenciar a progressão de um tumor maligno.Observou-se que qualitativamente, a resposta imunológica presente na região dos carcinomas espinocelulares de boca estudados, caracterizou-se pela presença de células de todas as linhagens avaliadas, porém os testes estatísticos demonstraram que apenas os linfócitos T auxiliares estavam relacionados com o grau histológico de malignidade dos tumores avaliados. Através de nossos resultados concluírnos que os distúrbio no balanço do sistema imunológico não se relacionam necessariamente com o número de células de defesa presentes, freqüentemente são resultantes de falha na função, regulação, ou na migração de uma população das células do sistema imune para o local do tumor.
Abstract The purpose of this study was to characterize, by using monoclonal antibodies, the defense cells of the immune system in the tumor-iddtrating lymphocytes associated with oral squamous cell carcinoma, and their association with the histologic grade of tumor malignancy. It is believed that changes in number or function of these cells may influence the progression of a malignant tumor. We observed that, qualitatively, the immune response in the region of the oral squamous cell carcinoma was characterized by the presence of all cell lineages evaluated; however, statistical tests revealed that only helper T lymphocytes were associated with the histologic grade of tumor malignancy. We concluded that disorders in the immune system balance are not necessady associated with the number of defense cek present; they are often a result of failure in function, regulation or migration of a cell population from the immune system to the tumor location.
Contido em Revista da faculdade de odontologia de Porto Alegre. Porto Alegre. Vol. 43, n. 2 (dez. 2002), p. 60-64
Assunto Carcinoma bucal
Imunohistoquímica
[en] Cell carcinoma
[en] Immune system
[en] Immunohistochemistry
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/23855
Arquivos Descrição Formato
000369718.pdf (1.711Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.