Repositório Digital

A- A A+

Criança que convive com HIV/AIDS : percepções de educadores de uma creche

.

Criança que convive com HIV/AIDS : percepções de educadores de uma creche

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Criança que convive com HIV/AIDS : percepções de educadores de uma creche
Autor Kinalski, Franciele Dal Forno
Orientador Ribeiro, Nair Regina Ritter
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Creche
Cuidado da criança : Enfermagem : Creche
Educação infantil
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Resumo Atualmente, grande parte das crianças vai para a creche após os quatro meses de idade, quando termina o período de licença maternidade da maioria das mães que trabalham com vínculo empregatício no Brasil. Entres estas, incluem-se crianças que convivem com HIV/Aids. Sabe-se que muitas pessoas pouco ou nada sabem sobre o tema HIV/Aids. Por isso, tem-se como objetivo deste estudo, identificar a percepção de educadores de uma creche sobre o vírus HIV e a criança que convive com este, e assim, conhecer suas dúvidas e detectar mitos e preconceitos sobre o assunto. Trata-se de um estudo exploratório descritivo com abordagem qualitativa, no qual a coleta de dados foi realizada através de entrevistas semi-estruturadas com nove educadores de uma creche do município de Porto Alegre. Os dados foram avaliados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Minayo (2008). Os aspectos éticos foram contemplados e o projeto recebeu aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da UFRGS. Entre os resultados, destaca-se que os educadores possuem conhecimento sobre o tema HIV/Aids, no entanto, este provém de meios de comunicações informais, e não, da orientação de profissionais especializados. Quanto aos cuidados para com esta criança, houve a presença de medo, inquietações, dúvidas e preconceitos, por desconhecerem quais, realmente, são estes. Salienta-se a necessidade de preparação dos educadores sobre este tema. Sugere-se uma parceria continuada entre saúde e educação, proporcionando orientações que acabem com o risco de discriminação que a criança que convive com HIV/Aids possa vir a sofrer no ambiente educacional infantil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24202
Arquivos Descrição Formato
000746328.pdf (682.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.