Repositório Digital

A- A A+

Impacto de uma estratégia de promoção do aleitamento materno exclusivo e alimentação complementar saudável, direcionada a mães adolescentes e avós maternas, na redução do uso desnecessário de água e/ou chás em crianças amamentadas

.

Impacto de uma estratégia de promoção do aleitamento materno exclusivo e alimentação complementar saudável, direcionada a mães adolescentes e avós maternas, na redução do uso desnecessário de água e/ou chás em crianças amamentadas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto de uma estratégia de promoção do aleitamento materno exclusivo e alimentação complementar saudável, direcionada a mães adolescentes e avós maternas, na redução do uso desnecessário de água e/ou chás em crianças amamentadas
Autor Nunes, Leandro Meirelles
Orientador Giugliani, Elsa Regina Justo
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Aleitamento materno
Atenção primária à saúde
Cuidadores
Serviços de saúde para adolescentes
[en] Adolescent health services
[en] Breast feeding
[en] Caregivers
[en] Primary care
[en] Randomized controlled trial
Resumo Objetivo: Avaliar a eficácia de sessões de aconselhamento em amamentação dirigidas a mães adolescentes e avós maternas sobre o uso desnecessário de água e/ou chás em crianças amamentadas. Métodos: Foi conduzido um ensaio clínico randomizado envolvendo 323 mães adolescentes, seus recém-nascidos e as avós maternas das crianças, alocadas para quatro grupos distintos: mãe e avó não coabitando, sem intervenção e com intervenção direcionada apenas à mãe; e mãe e avó coabitando, sem intervenção e com intervenção direcionada a ambas. A intervenção consistiu de seis sessões de aconselhamento em amamentação, na maternidade e aos sete, 15, 30, 60 e 120 dias. As informações sobre as práticas alimentares das crianças foram coletadas mensalmente nos primeiros 6 meses de idade por telefone. O impacto da intervenção foi medido, comparando-se as medianas e as curvas de sobrevida da introdução desses líquidos e a regressão de Cox estimou a sua magnitude. Resultados: A intervenção teve impacto positivo significativo tanto para o grupo em que apenas as mães adolescentes a receberam (RDI=0,48; IC95%=0,31-0,76) quanto para o grupo em que as avós foram incluídas (RDI=0,53; IC95=0,35-0,80). Ela postergou em 44 dias o uso desses líquidos no primeiro grupo (78 dias versus 122 dias) e em 67 dias no grupo em que as avós foram incluídas na intervenção (63 dias versus 130 dias). Conclusões: Múltiplas sessões de aconselhamento nos primeiros 4 meses dirigidas a mães adolescentes e avós maternas, quando estas coabitavam, mostraram ser uma estratégia eficaz em postergar a introdução desnecessária de água e/ou chás em crianças amamentadas.
Abstract Objective: To evaluate the efficacy of counselling sessions on breastfeeding for adolescent mothers and maternal grandmothers on the reduction of unnecessary water and/ or herbal teas intake on breastfed infants. Methods: A randomized clinical trial was conducted involving 323 adolescent mothers, their newborn infants and respective maternal grandmothers allocated into four distinct groups: mother and grandmother not cohabitating, without or with intervention directed only towards mother; and mother and grandmother cohabitating without or with intervention directed towards both (mother and grandmother). The intervention consisted of six counselling sessions on breastfeeding, in the maternity ward and on days 7, 15, 30, 60 and 120 after birth. The data about feeding practices were collected monthly until the end of the sixth month of life by telephone. The impact of the intervention was measured by comparing the medians and the survival curves for initiation of water/tea intake in the first six months of life between the groups and Cox regression was used to estimate its magnitude. Results: The intervention had a significant positive impact for both the group in which only adolescent mothers received the intervention (HR=0,48; 95%CI=0,31-0,76) and for the group in which grandmothers were also included (HR=0,53; 95%CI=0,35-0,80). It postponed in 44 days the use of these liquids on first group (78 days versus 122 days) and in 67 days on the group in which the grandmother was also included in the intervention (63 days versus 130 days). Conclusions: Multiple counselling sessions on infant feeding in the first 4 months postpartum for adolescent mothers and maternal grandmothers, when they cohabitate, demonstrated to be an effective strategy to postpone the unnecessary water and/or teas intake on breastfed infants.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24267
Arquivos Descrição Formato
000744503.pdf (2.981Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.