Repositório Digital

A- A A+

Representações sociais sobre o projeto de Extensão "ATUT : Reciclando vidas com inclusão social", em Porto Alegre

.

Representações sociais sobre o projeto de Extensão "ATUT : Reciclando vidas com inclusão social", em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Representações sociais sobre o projeto de Extensão "ATUT : Reciclando vidas com inclusão social", em Porto Alegre
Autor Kaufmann, Cristine
Orientador Morigi, Valdir Jose
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Comunicação comunitária
Extensão universitária
Inclusão social
Representação social
[en] Communication
[en] Community Communication
[en] Extension
[en] Social Representations
Resumo Esta pesquisa tem como objetivo compreender quais as representações sociais dos associados da ATUT (Associação dos Trabalhadores da Unidade de Triagem do Hospital Psiquiátrico São Pedro) sobre as ações de comunicação desenvolvidas pelo Projeto de Extensão “ATUT: Reciclando Vidas com Inclusão Social”, vinculado à Agência Experimental de Relações Públicas (AGERP) da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS (FABICO). Para tanto foram priorizados os sentidos produzidos, ofertados e compartilhados sobre as ações de comunicação do Projeto de Extensão – pesquisadora, associados, coordenadora do Projeto de Extensão. Como referencial teórico, adotei as teorizações de Dominique Wolton sobre a comunicação que fervilha nas práticas cotidianas, nas relações face a face. A comunicação no contexto organizacional foi abordada a partir do resgate das teorizações de Rudimar Baldissera, Fábia Lima, Ivone L. Oliveira, Carine F. Paula, entre outros. A Teoria das Representações Sociais, proposta por Serge Moscovici em 1961, serviu de alicerce teórico-metodológico para o desenvolvimento da pesquisa. As escolhas metodológicas basearam-se no método qualitativo, evidenciado no viés etnográfico da pesquisa. As técnicas de coleta de dados foram a observação participante, a entrevista qualitativa e a pesquisa documental. A análise dos sentidos, inspirada em estudos das representações sociais, foi utilizada como caminho para encontrá-las, bem como identificar seu processo constitutivo. As atividades de comunicação e extensão foram discutidas a partir do resgate teórico dos conceitos de extensão, proposto por Paulo Freire e Boaventura de Sousa Santos e de comunicação comunitária, trabalhado por Denise Cogo, Raquel Paiva, entre outros. O processo constitutivo das representações sociais demonstrou que elas estavam ancoradas nas interações, nas trocas mútuas, alicerçadas no diálogo, na participação, na cooperação. Algumas divergências nos sentidos ressaltaram as condições sociais, econômicas e culturais em que vivem os associados da ATUT, fazendo com que uns estejam mais focados na geração de renda, na sobrevivência e menos nas atividades recreativas e/ou terapêuticas. As objetivações ganharam concretude através das falas, dos gestos, dos atos, ganharam vida no encontro afetivo com o outro. Os sentidos postos em circulação nesta pesquisa evidenciaram a importância das ações de comunicação comunitária em um grupo onde aparentemente elas poderiam ser dispensáveis. No processo de reorganização das ações, de se adaptar aos contextos, de buscar uma relação dialógica, todos saíram ganhando, pois compartilharam sentidos, abrindo caminho a novas formas de conhecimento e reconhecimento do Outro.
Abstract This research aims to understand what the social representations of members of ATUT (Workers Association of Psychiatric Hospital São Pedro) on communications activities developed by the Extension Project "ATUT: Recycling Lives with Social Inclusion", linked to Experimental Agency Public Relations (AGERP) School of Library and Communication UFRGS (UFRGS). Therefore, we prioritized the senses produced, provided and shared on the communications activities of the Extension Project - researcher, associates, coordinator of the Extension Project. The theoretical framework we adopted the theories of Dominique Wolton on the communication that thrives in the daily practices, relationships face to face. The communication within an organizational context has been addressed from the redemption of the theories of Rudimar Baldissera, Fábia Lima, Ivone L. Oliveira, Carine F. Paula, among others. The Social Representation Theory, proposed by social psychologist Serge Moscovici in 1961, served as the theoretical and methodological foundation for the development of research. The methodological choices were based on qualitative methodology, evidenced bias in ethnographic research. The techniques of data collection were participant observation, qualitative interviews and documentary research. The analysis of the senses, inspired by studies of social representations, was used as a way to find them and identify their process of incorporation. Communications activities and outreach were discussed from the theoretical survey of the concepts of extension, as proposed by Paulo Freire and Boaventura de Sousa Santos and community communication, worked for Denise Cogo, Raquel Paiva, among others. The process of incorporation of social representations has shown that they were anchored in interactions in trade with each other, grounded in dialogue, participation, cooperation. Some differences in the directions emphasized the social, economic and cultural living associates of ATUT, causing some to be more focused on income generation, survival and less on recreational activities and / or therapies. The concreteness objectivations gained through the words, gestures, acts, gained life in the affectionate encounter with the other. The meanings put into circulation in this study showed the importance of communication actions in a community group where apparently they could be expendable. In the process of reorganization of actions to adapt to the context of seeking a satisfactory relationship, all came out winning, because shared meanings, opening the way for new forms of knowledge and recognition of the Other.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24326
Arquivos Descrição Formato
000746727.pdf (1.507Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.