Repositório Digital

A- A A+

Humanização na assistência de enfermagem em unidades de terapia intensiva : uma revisão integrativa

.

Humanização na assistência de enfermagem em unidades de terapia intensiva : uma revisão integrativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Humanização na assistência de enfermagem em unidades de terapia intensiva : uma revisão integrativa
Autor Luque, Yoslaydis Abreu
Orientador Crossetti, Maria da Graça Oliveira
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Humanização da assistência : Enfermagem
Unidades de terapia intensiva : Enfermagem
Resumo Trata-se de um estudo que tem como objetivo caracterizar as estratégias de humanização na assistência de enfermagem em UTI após a implantação do Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar (PNHAH) e ou do Humaniza SUS. A metodologia utilizada para a realização deste estudo foi uma revisão integrativa da literatura proposta por Cooper (1982). Os procedimentos metodológicos da revisão integrativa adotada neste estudo se deram em cinco etapas: formulação do problema, coleta de dados, avaliação dos dados, análise e interpretação dos dados e apresentação dos resultados. Na coleta de dados foram selecionado 13 artigos científicos nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciência e Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO) e Base de Dados Bibliográfica Especializada na Área de Enfermagem (BDENF) publicadods no período de 2000 a 2008. Nos resultados constatou-se que: na região Sul do país, foram desenvolvidos 5 (38,46%) estudos; na região sudeste 4 (30,76%) estudos; na região centro-oeste 3 (23,07%) estudos; e nordeste um (7,69%) estudo, concentram-se no período de 2006 a 2008 com freqüência de 11 (84,61%). Quanto às estratégias e ou ações humanizadas que foram desenvolvidas em UTI após a criação do PNHAH e do Programa Humaniza SUS, no ano de 2000, entre os 13 artigos foram implementados: a integração e valorização da família no cuidado do paciente (8 artigos); a sistematização das informações aos familiares dos pacientes (5 artigos); o oferecimento do um cuidado holístico e individualizado (6 artigos); o diálogo com pacientes (5 artigos), o respeito da privacidade do paciente (4 artigos); o condicionamento do ambiente (4 artigos); a flexibilização do horário de visitas (4 artigos); o toque do paciente de forma afetiva (3 artigos); o acolhimento de pacientes e familiares (2 artigos); o conforto físico (2 artigos); e empatia para com o paciente e/ou familiar entretenimento e lazer (1 artigo).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24332
Arquivos Descrição Formato
000746848.pdf (146.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.