Repositório Digital

A- A A+

Índice glicêmico da dieta em pacientes com diabetes melito tipo 2 : papel na prevenção e no manejo dietoterápico da doença e associação com a presença de síndrome metabólica

.

Índice glicêmico da dieta em pacientes com diabetes melito tipo 2 : papel na prevenção e no manejo dietoterápico da doença e associação com a presença de síndrome metabólica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Índice glicêmico da dieta em pacientes com diabetes melito tipo 2 : papel na prevenção e no manejo dietoterápico da doença e associação com a presença de síndrome metabólica
Autor Silva, Flávia Moraes
Orientador Azevedo, Mirela Jobim de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Endocrinologia.
Assunto Diabetes mellitus tipo 2
Dieta
Dietoterapia
Índice glicêmico
Síndrome X metabólica
[en] Carbohydrates
[en] Diabetes mellitus
[en] Glycemic index
[en] Glycemic load
Resumo O controle glicêmico intensificado pode prevenir e/ou retardar o aparecimento das complicações crônicas do diabetes melito (DM). O carboidrato da dieta é o principal determinante da glicemia pós-prandial, sendo o índice glicêmico (IG) e a carga glicêmica (CG) úteis para prever a resposta glicêmica aos alimentos. O objetivo deste manuscrito foi revisar criticamente o papel das dietas de baixo IG na prevenção e controle metabólico do DM tipo 2 (DMT2). O risco para desenvolvimento de DMT2 com dietas de alto IG variou de 1,21 a 1,59. A redução de 12 a 32 unidades no IG da dieta diminuiu em 0,39 a 0,50 pontos percentuais a HbA1c. Os efeitos dessas dietas no perfil lipídico e peso corporal no DMT2 permanecem controversos. Em conclusão, as evidências atuais indicam que a incorporação do IG no planejamento dietético de pacientes com DMT2 contribui para a melhora do controle glicêmico.
Abstract The tight glycemic control can prevent and/or delay the development of chronic complications of diabetes mellitus (DM). Dietary carbohydrates are the main determinant of postprandial blood glucose and glycemic index (GI) and glycemic load are used to predict blood glucose response to foods. The aim of this paper was to critically review the role of low GI diets in type 2 DM (T2DM) prevention and metabolic control. The risk for development of T2DM with high GI diets ranged from 1.21 to 1.59.The reduction from 12- 32 units in the GI of diets decreased 0.39-0.50% in HbA1c values. However, the effects of these diets on lipid profile and body weight in patients with T2DM remain controversial. In conclusion, the current evidence indicates that the inclusion of GI in the dietary planning for patients with T2DM contributes to the improvement of glycemic control.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24604
Arquivos Descrição Formato
000747695.pdf (383.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.