Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da equação nutricional das refeições de uma unidade de alimentação e nutrição hopitalar de Porto Alegre - RS

.

Avaliação da equação nutricional das refeições de uma unidade de alimentação e nutrição hopitalar de Porto Alegre - RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da equação nutricional das refeições de uma unidade de alimentação e nutrição hopitalar de Porto Alegre - RS
Autor Zílio, Ana Maria Arregui
Orientador Venzke, Janaína Guimarães
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Estado nutricional
Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT)
Saúde do trabalhador
Serviços de alimentação
Resumo Alimentação equilibrada fornecida por uma UAN é fundamental para garantir melhor desempenho no trabalho e reduzir o risco de desenvolver doenças. O PAT foi instituído com o objetivo de melhorar o estado nutricional dos trabalhadores e, consequentemente, sua produtividade. Quando possível, deve-se avaliar o perfil dos comensais, no intuito de adequar as refeições e as atividades de educação nutricional. O objetivo desse trabalho foi avaliar a adequação nutricional das refeições principais servidas a trabalhadores de um hospital de Porto Alegre - RS, a partir do consumo per capita diário calculado, comparando com recomendações do PAT e com as necessidades energéticas para a maioria dos comensais, através do GEB médio calculado. Os resultados encontrados demonstraram que as quantidades calóricas médias das refeições, as distribuições das calorias nas refeições e as quantidades médias de fibras estão dentro do recomendado pelo PAT. As refeições estão hiperprotéicas, normolipídicas e hipoglicídicas quando comparado ao PAT. O NDPCal% ficou acima do recomendado. A maioria dos usuários é do sexo feminino, tem entre 20 e 49 anos, 49,15% não pratica atividade física. As atividades ocupacionais da maioria não demandam gasto energético excessivo. O excesso de peso é prevalente. Os homens consomem mais que as mulheres. Concluiu-se que, em geral, as refeições estão adequadas quando comparadas às recomendações do PAT, devendo apenas diminuir a quantidade de proteína ou aumentar a oferta de carboidrato, uma vez que a quantidade de calorias pode aumentar. Além disso, faz-se necessária a avaliação do gasto energético dos comensais para calcular o VET, com o objetivo de avaliar melhor a adequação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24655
Arquivos Descrição Formato
000747841.pdf (325.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.