Repositório Digital

A- A A+

Significados e práticas da espiritualidade para pacientes oncológicos adultos, enfermeiros e família no contexto dos cuidados paliativos : uma revisão integrativa

.

Significados e práticas da espiritualidade para pacientes oncológicos adultos, enfermeiros e família no contexto dos cuidados paliativos : uma revisão integrativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Significados e práticas da espiritualidade para pacientes oncológicos adultos, enfermeiros e família no contexto dos cuidados paliativos : uma revisão integrativa
Autor Silva, Denis Iaros Silva da
Orientador Crossetti, Maria da Graça Oliveira
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Cuidados paliativos : Enfermagem
Enfermagem oncológica
Espiritualidade : Enfermagem
Resumo Trata-se de uma revisão integrativa de pesquisa baseada em Cooper (1982), definida como um método que agrupa os resultados obtidos de pesquisas sobre o mesmo assunto. Objetivou-se buscar os significados dados a espiritualidade pelos pacientes oncológicos adultos, pelos enfermeiros e pela família e as suas práticas no contexto dos cuidados paliativos. Onze artigos foram analisados, onde foram referidos os seguintes significados dados à espiritualidade: 1º) Para os pacientes: fonte de conforto, crença em Deus, força, fé, fonte de enfrentamento, crença num poder superior e guia de conduta para a vida; 2º) Para os enfermeiros: fonte de conforto, sentido e propósito de vida, transcendência, fonte de enfrentamento, essência do ser, conexão, força, esperança, crença em Deus, crença num poder superior, fé, religião e capacidade de saber ouvir; 3º) Para a família: fonte de cura e manutenção da saúde, fonte de enfrentamento e fonte de conforto. As práticas da espiritualidade foram desveladas conforme as seguintes ações: 1º) Na ótica dos pacientes: ir a igreja, oração/reza, apoio dos outros, leitura de escrituras sagradas, meditação, visita de religioso e uso de imagens/objetos; 2º) Na ótica dos enfermeiros: estar presente, incentivo e oportunidade às crenças, oração/reza, relacionamentos (consigo, com outros, com um Poder Superior ou Universo), visita de religioso, cuidados de enfermagem de excelência, meditação, exercício da caridade, abordagem de questões sobre a morte e apreciação de músicas religiosas ou seculares; 3º) Na ótica da família: exercício da caridade, ir a igreja e oração/ reza. Com este estudo pôde-se constatar a relevância do tema pesquisado e a necessidade de que sejam ampliados os conhecimentos em relação à espiritualidade através de pesquisas científicas, para que a enfermagem e, também, a equipe multiprofissional de saúde, possa dela se apropriar como constructo do cuidado e aplicá-la na atenção aos pacientes oncológicos adultos em cuidados paliativos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24706
Arquivos Descrição Formato
000748961.pdf (406.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.