Repositório Digital

A- A A+

CPR física como modalidade de financiamento e comercialização de produtos agropecuários

.

CPR física como modalidade de financiamento e comercialização de produtos agropecuários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título CPR física como modalidade de financiamento e comercialização de produtos agropecuários
Autor Rizardi, Sérgio Adriani
Orientador Galli, Oscar Claudino
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros a Distância - Turma 2008.
Assunto Comercialização agrícola
Financiamento agrícola
Resumo Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de analisar a CPR Física como perspectiva de melhor opção de atendimento às expectativas dos produtores rurais. Para tanto, buscou-se identificar qual a real necessidade de recursos através da CPR, apresentando as dúvidas e dificuldades dos produtores rurais em relação à CPR e, abordando sobre as impressões das cooperativas e empresas de agronegócio em relação à CPR Física. Optou-se pela pesquisa de caráter exploratório, com análise qualitativa dos dados, em que foram sujeitos da pesquisa cinco produtores rurais da cidade de Bela Vista do Paraíso, duas cooperativas, sendo uma da cidade de Londrina-Pr e outra de Bela Vista do Paraíso-Pr e 01 empresa de agronegócio também da cidade de Bela Vista do Paraíso-Pr. Utilizou-se como instrumento de pesquisa dois questionários, com questões direcionadas à temática deste estudo e para serem respondidos de forma aberta pelos sujeitos pesquisados. Após a coleta de dados, estes foram analisados valendo-se dos relatos dos entrevistados e da pesquisa literária realizada, que consistiu numa revisão bibliográfica consultando autores e pesquisadores, cujas postulações fossem pertinentes e relevantes a este trabalho. Efetuada a análise de dados, ao final deste estudo pode-se constatar que a CPR embora reconhecida pelos entrevistados como uma boa opção de financiamento, em se tratando da sua modalidade física, ainda é motivo de incerteza, devido aos custos mais elevados e mais burocráticos em relação à troca e a soja-verde, mais prática e econômica na visão dos produtores rurais.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/24789
Arquivos Descrição Formato
000745154.pdf (149.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.