Repositório Digital

A- A A+

Corpo-conceito : paisagens plásticas : correspondências de um peregrino

.

Corpo-conceito : paisagens plásticas : correspondências de um peregrino

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Corpo-conceito : paisagens plásticas : correspondências de um peregrino
Autor Stahl, Cassiano de Oliveira
Orientador Zordan, Paola
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Filosofia da diferença
[en] Body
[en] Concept
[en] Imanence
[en] Incarnation
[en] Peregrination
Resumo Criar um novo corpo, produzi-lo e in-carná-lo – dotá-lo de consistência intensa e conceitual, de carne, ossos e fluídos. Lugares de uma jornada empreendida via uma nova cartografia, uma vez que a qualidade de um corpo que não se limita ao que se toma pela realidade. Procura por veículos que auxiliem a passagem da carne a um novo corpo, já que esta é uma tarefa que demanda um trabalho individual, onde se empreende uma jornada sob o pretexto do desejo, uma peregrinação para a Personagem Conceitual, O Peregrino, que o discursa . Difícil encaixar em discursos e palavras de ordem, a produção do Corpo In-carnato passa pelo conceito. E a fundamentação do pensar passa pela produção dos próprios conceitos e suas especificidades, num colóquio entre tantos correspondentes inventados, cujo texto se fabula num formato epistolar como maneira de deixar os rastros do caminho e sua pesquisa aparentes. Neste trajeto, acompanham autores da Diferença como Deleuze, Guattari, Nietzsche, assim como o alimento das artes, atuante na liberação de novos corpos e humores que nutre, uma vez que tais corpos estarão sempre e plenamente ligados à vida. Seus liames afetam, esgotam e sucedem novos agenciamentos possíveis. E se o corpo é o plano de imanência por excelência, a vida e suas diferenças serão os possíveis da filosofia. Uma vida que se quer vivida passa por caminhos, rotas e lugares, Mas também pelo vazio, cujo esgotamento lhe retornará em novos corpos e espaços compossíveis.
Abstract Create a new body, prodcuting and in-carnate it – giving it the intense and conceptual consistence, with flesh, bones and fluids. Places of a journey made trough a new cartography, once the quality of a body it’s not limitated from what is taken as reality. It searches for vehicles that may help the passage from the flesh to the new body, since it is a duty wich demands an individual work, where a journey is made over the forces of the desire, a peregrination to the Conceptual Personage, The Pilgrim, whose discurse it. Hard to incase in speeches and words of order, the production of the In-carnato body passes through the concept. And the embasement from this way of thinking passes trhough the concepts and it’s especifications themselves, in a dialogue between many invented correspondents, whose the text fabulate it self at an epistolar shape, as a way to allow the tracks from the path and the reserach maight be visible. In this passage, authors from the Diference’s Philosophy walk with him, as Deleuze, Guattari, Nietzsche, just like the art’s food, acting on the liberation of new bodies and humors that it nourishes, once these bodies will be always conected to life. Its lines afects, deplete and succeed new possible experiences. And, if the body is the Imanence Plane par exellence, the life and its diferences will be the possibles from the philosophy. A life wich is desired lived well passes trough ways, pahts and places. But also trough the emptiness, where the depleting will return in new compossible bodies and spaces.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/24815
Arquivos Descrição Formato
000749263.pdf (6.418Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.