Repositório Digital

A- A A+

Tamanho ótimo de parcelas para experimentação de campo em tabaco tipo Burley e Virgínia

.

Tamanho ótimo de parcelas para experimentação de campo em tabaco tipo Burley e Virgínia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tamanho ótimo de parcelas para experimentação de campo em tabaco tipo Burley e Virgínia
Autor Goelzer, Andréia Maria
Orientador Castro, Stela Maris de Jezus
Co-orientador Fernandes, Mariangela
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Matemática. Curso de Estatística: Bacharelado.
Assunto Estatistica aplicada : Agricultura
Método Hatheway
[en] Hatheway’s method
[en] Optimum plot size
[en] Response surface methods
Resumo O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da variação no tamanho e forma de parcelas para tabaco tipo Burley e Virgínia, além de estimar o tamanho ótimo das mesmas utilizando ensaios de uniformidade. Foram conduzidos dois experimentos, um para cada tipo de tabaco, sendo que o experimento com Burley foi realizado em Criciúma (SC) e o experimento com Virgínia em Santa Cruz do Sul (RS). Em ambos os experimentos foi avaliada a produtividade em Kg/ha e calculado o coeficiente de variação referente a cada tamanho de parcela montadas pelo ensaio de uniformidade. Cada planta foi considerada como uma unidade básica, totalizando em cada experimento 144 unidades básicas (12 linhas com 12 plantas, dispostas em 1,2m de comprimento por 0,45 m de largura no experimento com Burley e 1,2m de comprimento por 0,50 de largura no experimento com Virgínia). Foram utilizados os Métodos de Smith para estimar o coeficiente de heterogeneidade do solo e de Hatheway e Superfície Resposta para estimar-se o tamanho ótimo das parcelas. O coeficiente de heterogeneidade foi alto em ambos os experimentos, b= 1,374 e 1,013, para Burley e Virgínia, respectivamente. Pelo Método de Hatheway o tamanho ótimo variou de 0,47 a 19,21m2 para tabaco Burley e de 0,35 a 55,02m2 para tabaco Virgínia. Pelo Método de Superfície Resposta o tamanho ótimo estimado foi comprimento de 7,83m por largura de 3,58m totalizando uma área útil de 28,03m2 com um CV=0,0 % para tabaco Burley, e comprimento de 8,87m por largura de 4,18m totalizando uma área útil de 37,08m2 com CV=0,65 % para tabaco Virgínia. O aumento no tamanho da parcela (número de plantas) causou uma redução acentuada na variabilidade experimental. É importante salientar que mesmo o solo sendo heterogêneo pelo método de Smith, os coeficientes de variação observados e estimados foram satisfatórios.
Abstract The objective of this work was to study the effect of plot size and shape variations for field trials on Burley and Virginia tobacco types, as well as to estimate the optimum plot size using an uniformity trial approach. Two trials were conducted in field, one for Burley tobacco in Criciuma (SC) and one for Virginia in Santa Cruz do Sul (RS). Yield (Kg/ha) and coefficient of variation were calculated for each single plot size considered in the uniformity trial. Each plant was considered an experimental basic unit with a total of 144 basic units per trial (12 rows of 12 plants, spaced by 1.2m between rows ands 0.45m between plants for Burley and 1.2m x 0.50m for Virginia tobacco).The soil heterogeneity indexes were estimated using the procedure proposed by Smith and the optimum plot sizes using Hatheway’s method and Response Surface Methods. The soil heterogeneity indexes were high for both trials, b=1.374 and 1.013, Burley and Virginia respectively. Hatheway results on optimum plot sizes varying from 0.47 to 19.21 m2 for Burley and from 0.35 to 55.02 m2 for Virginia tobacco. Response Surface Methods generated optimum plot sizes with 7.83 m in length and 3.58 m in width (28.03 m2 total area, unguarded) for Burley tobacco with CV=0.0% and optimum plot sizes with 8.87 m in length and 4.18 m in width (37.08 m2 total area, unguarded) for Virginia tobacco with CV=0.65%. Increased plot sizes (number of plants) resulted on expressive reductions in the experimental variability. Although soil heterogeneity estimated indexes were high in both trials, one may consider observed and estimated coefficients of variation good.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24861
Arquivos Descrição Formato
000749614.pdf (413.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.