Repositório Digital

A- A A+

A utilização dos serviços de saúde por usuários de psicofármacos : seguimento de um ano em uma unidade básica de saúde

.

A utilização dos serviços de saúde por usuários de psicofármacos : seguimento de um ano em uma unidade básica de saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A utilização dos serviços de saúde por usuários de psicofármacos : seguimento de um ano em uma unidade básica de saúde
Autor Soares, Gabriela Vieira
Orientador Heldt, Elizeth Paz da Silva
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Atenção primária à saúde
Integralidade : Saúde mental
Saúde mental
Unidade básica de saúde : Enfermagem
Resumo De acordo com as atuais políticas públicas de saúde mental a tendência de utilização de serviços na atenção básica por usuários portadores de transtornos mentais é de crescimento. No entanto, ainda são escassos os estudos longitudinais que avaliem o uso dos serviços com foco na adesão ao tratamento com psicofármacos. O objetivo deste estudo foi de avaliar o uso dos serviços em unidade básica de saúde (UBS) através do seguimento de 1 ano de usuários de psicofármacos para propor estratégias de ações de saúde mental. Trata-se de um estudo de coorte prospectivo caracterizado pelo seguimento da análise de 253 prontuários de usuários de psicofármacos em atenção primária durante 1 ano (abril e maio de 2009 / 2010). Em relação ao grupo estudado, observou-se o predomínio do sexo feminino (n= 177; 70%), com uma média de idade de 54,2 (±17,9) anos. A depressão foi o transtorno mental mais diagnosticado (n=91; 36%) e a doença clínica de maior prevalência foi a hipertensão arterial sistêmica (HAS) (n=115; 45,5%). Entre o período de inicial e final do estudo ocorreu um aumento significativo nos diagnósticos de Transtorno de Humor Bipolar (THB) e HAS (p<0,05). Em relação ao uso de serviços na UBS, 233 (92,1%) usuários consultaram com o médico, 23 (9,1%) com a enfermeira e 17 (6,7%) com a nutricionista e foi realizado um total de 340 exames. Após a análise de regressão de Poisson, foi encontrado como preditores para utilizar mais os serviços de saúde (consulta médica e realizar exames) ter Diabetes Mellitus (DM) e HAS (p<0,05). Considerando que mais de 90% dos usuários de psicofármacos mantiveram-se vinculados a UBS ao longo de 1 ano, ficou evidente a responsabilização dos profissionais em assumir a condução da proposta terapêutica e a assistência integral das muitas dimensões da saúde/doença através dos recursos existentes, como o acolhimento e o vínculo com a equipe interdisciplinar.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24877
Arquivos Descrição Formato
000749772.pdf (738.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.