Repositório Digital

A- A A+

Comportamento dos leitões e das fêmeas durante as mamadas e desempenho dos leitões quando submetidos a três diferentes manejos de uniformização

.

Comportamento dos leitões e das fêmeas durante as mamadas e desempenho dos leitões quando submetidos a três diferentes manejos de uniformização

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comportamento dos leitões e das fêmeas durante as mamadas e desempenho dos leitões quando submetidos a três diferentes manejos de uniformização
Outro título Behavior of piglets and sows during nursings and pig performance when submited to three different management of crossfostering
Autor Heim, Giseli
Orientador Bortolozzo, Fernando Pandolfo
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Comportamento animal : Suinos
Reprodução animal : Suínos
Suinocultura : leitegada
Suinos : Manejo
[en] Behaviour
[en] Crossfostering
[en] Performance
[en] Piglets
Resumo O experimento avaliou o comportamento da fêmea e dos leitões e o desempenho destes do nascimento ao desmame após as leitegadas serem submetidas a três diferentes manejos de uniformização. A uniformização foi realizada em média 20,1 ± 0,4 horas (amplitude de 14,3 – 24,7 horas) após o parto. Foram formados três grupos: 100B (leitegada composta por 100% leitões filhos biológicos, n= 13), 50BX50A (50% biológicos e 50% adotados, n=13) e 100A (100% adotados, n=13). Todas as leitegadas foram compostas por 11 leitões com peso médio ao nascimento (média: 1454,9 ± 74,6 g; amplitude de 1065 – 1940 g). O comportamento das fêmeas e dos leitões foi avaliado durante quatro mamadas consecutivas, em quatro dias de observação (dias 1, 2, 4 e 6 após o parto, considerando o dia 1 o dia da uniformização). Os leitões foram pesados nos dias 4, 7, 10, 13 e 16. No primeiro dia de avaliação, o grupo 100B teve menor número (P<0,05) de brigas por teto (0.9 vs. 1.6 vs. 1.4) que os outros grupos e tendeu a ter um menor percentual (P<0,07) de leitões envolvidos nessas brigas que o grupo 100A (49,6%, 67,2% e 64,9% para 100B, 100A e 50BX50A, respectivamente). As mamadas produtivas, (3,3, 3,3, 3,8 e 3,8 para os dias 1, 2, 4 e 6, respectivamente), a taxa de sobrevivência (total 97,2%) e a média de peso dos leitões (1983, 2650, 3411, 4207 e 5047 g para os dias 4, 7, 10, 13 e 16, respectivamente) foram semelhantes (P>0,05) entre os grupos. Apesar do menor número de brigas no primeiro dia de observação do grupo 100B, a uniformização realizada em média com 20 horas após o nascimento não tem efeitos adversos na taxa de sobrevivência e desempenho dos leitões adotados e biológicos.
Abstract The experiment evaluated behaviour of sows and piglets and performance of piglets from birth up to weaning after undergoing three different managements of crossfostering. Crossfostering was carried out within on average 20.1 ± 0.4 hours (range of 14.3 – 24.7 hours) after farrowing. Three groups were formed: 100B (100% biological piglets, n= 13), 50BX50A (50% biological piglets and 50% adopted piglets, n=13) and 100A (100% adopted piglets, n=13). All litters were standardized to eleven piglets with medium weight at birth (average: 1454.9 ± 74.6 g; range of 1065 – 1940 g). Behaviour of dams and piglets was evaluated during four consecutive days (day 1, 2, 4 and 6 after farrowing, considering day 1 as the crossfostering day). Piglets were weighed at days 4, 7, 10, 13 and 16. At first day of assessment, 100B group had low number (P<0.05) of fights for teat (0.9 vs. 1.6 vs. 1.4) than other groups and tended to have a lower percentage (P<0.07) of piglets involved in fights than 100A group (49.6%, 67.2% and 64.9% for 100B, 100A and 50BX50A, respectively). Productive nursing episodes (3.3, 3.3, 3.8 and 3.8 for days 1, 2, 4 and 6, respectively), survival rate (overall 97.2%) and average weight of piglets (1983, 2650, 3411, 4207 and 5047 g for days 4, 7, 10, 13 and 16, respectively) were similar (P>0.05) among groups. In spite of the lower number of fights in 100B group at day 1, crossfostering performed on average at 20 h after birth has no adverse effects on survival and growth performance of adopted and biological piglets.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25001
Arquivos Descrição Formato
000749375.pdf (437.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.