Repositório Digital

A- A A+

Uso e necessidade de prótese em indivíduos de 50-74 anos em Porto Alegre, RS

.

Uso e necessidade de prótese em indivíduos de 50-74 anos em Porto Alegre, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso e necessidade de prótese em indivíduos de 50-74 anos em Porto Alegre, RS
Autor Mallmann, Fernanda Hilgert
Orientador Abegg, Claídes
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Protese dentaria
Reabilitacao bucal
[en] Oral health
[en] Prosthesis
[en] Use and need
Resumo Nas últimas décadas no Brasil, o envelhecimento populacional aparece como um dos fenômenos demográficos mais importantes da atualidade. Esse fato se depara com os problemas de saúde decorrentes do envelhecimento da população. Com o crescimento da população idosa, encontramos um idoso diferente, com suas condições sociais, físicas e psíquicas bastante características, o que exigirá um cuidado, uma atenção mais abrangente por parte dos dentistas e de outros profissionais de saúde. O objetivo desse estudo foi descrever o uso e a necessidade de prótese em indivíduos de 50 a 74 anos em Porto Alegre/RS, Brasil. Uma mostra representativa de três distritos sanitários de Porto Alegre, composta por 720 pessoas, respondeu a uma entrevista. Foram usados dois questionários, o primeiro foi composto por perguntas relacionadas a aspectos sóciodemograficos (sexo, idade, renda) e o segundo questionário pelo exame clínico, adaptado do Levantamento Epidemiológico SB/Brasil 2003, contendo as variáveis de uso e necessidade de prótese. Em ambos os sexos, 63,60% usam algum tipo de prótese superior e 30% inferior, sendo a prótese total superior a mais usada, 33%. A combinação de próteses ou uma fixa/removível foi a maior necessidade de prótese superior e inferior, com 40% e 60,10%. Dos 50 aos 74 anos o maior uso é a prótese total superior, 33%, e a maior necessidade é a combinação de próteses ou uma fixa/removível inferior, 56,27%. A prótese total superior (40%) e inferior (13,71%) foram as mais usadas por quem recebe até 1 salário mínimo, e a maior necessidade superior (26,10%) e inferior (59%) foi a combinação de próteses ou uma fixa/removível. Quem recebe mais de um salário mínimo usa mais prótese total superior (30%) e necessita mais de combinação de próteses ou uma fixa/removível superior (33,50%) e inferior (54,70%). Os dados indicam a necessidade de cuidado à saúde bucal de adulto médio e idosos, especialmente para planejamentos voltados para a redução do edentulismo e para medidas de ações que possibilitem o acesso dessas pessoas ao tratamento protético reabilitador.
Abstract In recent decades a population aging process has been observed in Brazil. Consequently, there has been an increase in health needs of this age group, demanding proper health care from the Health System. The aim of this study was to investigate the use and need for prosthesis of individuals aged 50 to 74 years in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil. A representative sample consisting of 720 subjects answered the interview. Two research instruments were used: the first was composed of questions related to sociodemographic characteristics (gender, age, income) and the second by clinical examination, adapted from the SBBrasil 2003 Project, containing information on use and need of prosthesis. Out of the total number of people, 63,60% used some kind of upper prosthesis and 30% lower prosthesis, with a greater use for upper total prosthesis, 25%. The highest need of prosthesis (both upper (40% and lower 60,10%), was the combination of prosthesis or a fixed/removable one. At the age 50 to 74 years, the greater use is a upper total prosthesis, 33%, and the highest need is a combination of prosthesis or a fixed/removable, 52,27%. The upper (40%) and lower (13,71%) total prosthesis were the most used for those who received up to a minimum wage, and the highest upper need (26,10%) and lower (59%) was the combination of prosthesis or a fixed/removable. Those who receive more than a minimum wage use more upper total prosthesis (30%) and need more a combination of prosthesis or a fixed/removable (33,50% upper; 54,70% lower). The results suggest a need of oral health care to pre-older and older people, specially for actions that reduce the edentulism and give the elderly access to prosthetic treatment.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/25010
Arquivos Descrição Formato
000750386.pdf (112.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.