Repositório Digital

A- A A+

Vegetação de sub-bosque em monocultura de Eucalyptus saligna Sm. (Myrtaceae)

.

Vegetação de sub-bosque em monocultura de Eucalyptus saligna Sm. (Myrtaceae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vegetação de sub-bosque em monocultura de Eucalyptus saligna Sm. (Myrtaceae)
Autor Sydow, Verônica Gisela
Orientador Raya-Rodriguez, Maria Teresa Monica
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Eucalyptus saligna
Silvicultura
[en] Alternative habitat
[en] Conservation
[en] Silviculture
[en] Soil type
[en] Stand age
Resumo A modificação da paisagem e a fragmentação de habitats são consideradas ameaças à biodiversidade mundial. Áreas cobertas por vegetação primária ainda preservadas e unidades de conservação são insuficientes para garantir a conservação de espécies. Cultivos de florestas homogêneas passaram a ser considerados como possíveis habitats alternativos para espécies florestais e podem contribuir para a conservação da biodiversidade. O Brasil é o país com maior área ocupada com plantio de eucalipto e essa vem crescendo nos últimos anos. Identificar quais fatores influenciam a diversidade da biota nos plantios é importante para a conservação de espécies. O objetivo do presente estudo foi conhecer a composição florística do sub-bosque de plantios de Eucalyptus saligna Sm. e avaliar se o tipo de solo e a idade do plantio influenciam a riqueza e a composiçao da vegetação que ocupa esse ambiente. Para isso foi realizado o levantamento das espécies vegetais que ocorrem nos cultivos localizados em solo argiloso e arenoso, nos quais os indivíduos de E. saligna tinham três e sete anos. Foram avaliados como fatores ambientais características do solo, produção de serapilheira pelas árvores do plantio, abertura do dossel, uso do solo no entorno do cultivo e tamanho do plantio. No total, foram encontradas 218 espécies vegetais. As análises estatísticas foram realizadas apenas com as espécies que estavam presentes em pelo menos duas unidades amostrais. Plantios em solo argiloso apresentaram maior riqueza que no solo arenoso e houve diferença significativa na composição de espécies entre os dois tipos de solo. Grande parte dos fatores ambientais mensurados também foram diferentes entre os solos. Não foi possível verificar diferenças na riqueza, na composição de espécies e nos fatores ambientais entre os plantios de diferentes idades. O tipo de solo pode ser um fator mais limitante do que a idade da floresta plantada para determinar a riqueza e composição das espécies que compõem o sub-bosque dos plantios. Embora a riqueza de espécies no solo arenoso seja menor, esse também é importante para a conservação, porque abriga espécies adaptadas à menor disponibilidade de recursos, que não ocorrem em outros ambientes. O grande número de espécies encontrado no sub-bosque destes plantios indica que eles podem auxiliar na conservação de espécies nativas, mas esse potencial deve ser melhor investigado. São recomendados estudos de outros fatores, como a biologia de espécies importantes ecológica e econômicamente, interações entre animais e plantas e diferentes estratégias de manejo, para investigar de que forma eles afetam a biodiversidade e como eles podem ajudar a avaliar e aumentar o potencial de conservação das florestas industriais.
Abstract Landscape change and habitat fragmentaiton are recognized as threats to global biodiversity.Areas with remaining primary vegetation and protected areas are insufficient to ensure species conservation. Forest monocultures are potencial alternative habitats for native species and may contribute to the conservation of biodiversity. Brazil is the country with the largest area occupied with eucalypt plantations, this area is also growing in the last years. Identifying which factors influence the biodiversity on plantations is important to species conservation. The objective of this study was to know the understory species composition in Eucalyptus saligna Sm. plantations and to evaluate the influence of soil type and stand age on species richness and species composition. Surveys of vegetation were performed in stands on clay and sandy soils where the eucalypt trees were three and seven years old. Other soil characteristics, litter production by stand trees, canopy open and land use surrounding stands were evaluated as environmental factors. 218 plant species were found in plantations understory. The stands on clay soil were richer than those on sandy soil. Most of the environmental factors evaluated were also different among stands on different soils type. It was not possible to verify differences on species richness and species composition nor environmental factors between stand ages. Soil type could be a more limiting factor than forest age to determine species richness and species composition on plantations understory. Sandy soils are poorer in species, but they are also important to conservation, since species that happen on sandy soils are adapted to low resources availability and do not occur at other locations. The large number of native species founded in eucalypts plantation understory indicates that these plantations may assist some native species conservation. Nevertheless, further research is needed to understand the conservation potential from eucalypt plantations. It is recommended other studies to be done for a better comprehension and to increase the importance of plantation forests to conservation, mainly studies about biology of key species, interactions between animals and plants and the effect of different management options.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25146
Arquivos Descrição Formato
000745450.pdf (1.025Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.