Repositório Digital

A- A A+

Deíticos e anáforas pronominais em diálogos

.

Deíticos e anáforas pronominais em diálogos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Deíticos e anáforas pronominais em diálogos
Outro título Deixis and pronominal anaphora in dialogs
Autor Freitas, Sergio Antonio Andrade de
Orientador Vicari, Rosa Maria
Co-orientador Lopes, Jose Gabriel Pereira
Data 1993
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Curso de Pós-Graduação em Ciência da Computação.
Assunto Inteligência artificial
Linguagem natural
Lingüística computacional
Teoria : Foco
[en] Anaphora
[en] Dialog
[en] Discourse representation
[en] Focus theory
[en] Natural language
Resumo A proposta deste trabalho é implementar um conjunto de elementos do diálogo a decorrer entre dois agentes humanos. As anáforas pronominais e certos pronomes déiticos (eu, você, sua, seu, meu, minha), que eventualmente surgirem durante o diálogo, são resolvidas. Basicamente, este trabalho está dividido em quatro partes: 1. Estudo introdutório da Discourse Representation Theory (DRT) [KAM88, KAM90]. A DRT é um formalismo para a representação do discurso que utiliza modelos na avaliação semântica das estruturas representacionais. Neste estudo são considerados somente os aspectos representacionais, dando enfoque à representação de sentenças simples. 2. Um estudo baseado em [HIR81, CAR87] sobre: tipos de ambigüidades, o que são anáforas, tipos de anáforas etc, visa fornecer ao leitor um conhecimento mínimo sobre o aspecto lingüístico do tratamento das anáforas. Dentro do estudo realizado sobre anáforas destacam-se os seguintes tipos: coespecificação pessoal e colocação em coesão léxica, que são os tipos previstos na implementação. Estes dois tipos de anáforas são enquadrados nos seguintes grupos: coespecificação pessoal no grupo das anáforas pronominais e colocação em coesão léxica no grupo das anáforas nominais. 3. Considerando que a DRT somente representa o discurso, sem contudo resolver as anafóras que surgem no discurso, incorporou-se a Teoria do Foco [SID79, COR92] como ferramenta para a resolução das anáforas pronominais. A Teoria do Foco trabalha com as informações temáticas das sentenças, de maneira a reduzir o universo dos possíveis antecedentes para uma anáfora e prover um conjunto de regras que permita um caminhamento inteligente, dentro deste universo. O algoritmo de focalização aqui utilizado e o proposto por Sophie Cormack [COR92], que foi por sua vez baseado no algoritmo original de Candace Sidner [SID79]. 4. E por último a implementação, que foi realizada em C-Prolog [PER87], onde as principais funções são: (a) Um gerador de DRSs. (b) Algoritmo de focalização. (c) Integração do algoritmo de focalização e do gerador de DRSs. Descrevendo de maneira geral o funcionamento da implementação: as falas (conjunto de sentenças) de cada interlocutor são lidas através do teclado, as sentenças de cada fala são analisadas individualmente pelo analisador sintático, que gera uma árvore de derivação sintática. A árvore gerada é então repassada ao gerador de DRSs, que irá reduzi-la a referentes e condições. Eventualmente, se surgirem anáforas pronominais, é chamado o algoritmo de focalização. Caso surjam pronomes deíticos a resolução é realizada pelo gerador de DRSs.
Abstract The proposal of this work is to implement a set of dialog elements expressed by two human agents. The pronominal anaphora and some deixis pronoums (in portuguese: I, you, your, my) that eventually appear during the dialog are resolved. Basically, this work is divided in four parts: 1. An introdutory study of the Discourse Representation Theory (DRT) [KAM88, KAM90]. The DRT is a formalism for discourse representation that uses models for semantic evaluation of the representation structures. This study considers only the representational aspects, looking for single sentences. 2. A study based on [HIR81, CAR87] about: some kinds of ambiguity, what anaphora are, kinds of anaphora etc. This study intends to give the reader the minimal knowledge about the linguistic aspects of anaphora. In this study, we point out two types of anaphora: personal coespecification and lexical placement, this two were the ones that we used in the system. Those two types are in the following groups: personal coespecification in the pronominal anaphora and lexical placement in the nominal anaphora. 3. Considering that DRT only represent the discourse without resolving the anaphora, we used the Focus Theory [SID79, COR92] as a tool for pronominal anaphora resolution. The Focus Theory works on the thematic informations of the sentences. It reduces the universe of the possible antecedents and give some rules to walk throught this universe. We used the focalization algorithm presented by Sophie Cormack [COR92] which is based on the original version of Candace Sidner [SID79]. 4. Finally, the system was implemented in C-Prolog [PER87], and its main functions are: (a) a DRS generator, (b) a focalization algorithm, (c) the integration of the focalization algorithm and the DRS generator. Basically, what the system does is: the discourse of the agent is read in the keyboard, and each sentence of the discourse is analised by the sintatic analyser, generating a parsing tree. Then the DRS generator reduces this tree into referents and DRS-conditions. Eventually, the focalization algorithm will be called when the sentence contain some pronominal anaphora. The deixis resolution is made by the DRS-generator.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25178
Arquivos Descrição Formato
000060676.pdf (12.57Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.