Repositório Digital

A- A A+

Autonomia do banco central para o controle da inflação no Brasil após o plano real

.

Autonomia do banco central para o controle da inflação no Brasil após o plano real

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Autonomia do banco central para o controle da inflação no Brasil após o plano real
Autor Silva, Juliana Sepúlveda
Orientador Pôrto Júnior, Sabino da Silva
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Banco Central do Brasil
Brasil
Inflação
Plano Real (1994 : Brasil)
Política monetária
[en] Autonomy
[en] Central bank
[en] Game theory
[en] Inflation
[en] Monetary policies
Resumo A taxa de inflação é relevante para a economia, porquanto ela influencia o desemprego e o salário real. Sendo os bancos centrais os responsáveis pela política monetária que influencia esta taxa, a reputação do policymaker, que está no banco central, é uma questão importante a ser analisada. Neste trabalho, usou-se a Teoria dos Jogos para analisar o mecanismo reputacional em estratégias de política monetária. O modelo de Barro e Gordon analisa a reputação e a punição em jogos com informação completa. Backus e Driffill introduzem a incerteza sobre o tipo do governo. Já o modelo de Vickers apresenta um jogo com sinalização, e quando eliminados os fatores improváveis, existirá um único equilíbrio se houver separação. A multiplicidade de equilíbrios é o principal problema nos modelos estudados, sendo necessário, portanto, buscar o aprimoramento dos modelos conhecidos para que possam representar melhor a economia real. A política de regras com cláusulas de escape poderia ser usada na política monetária do Brasil. Em 1999, o país adotou metas inflacionárias, mas elas não funcionaram de acordo com o esperado. Os policymakers brasileiros perderam reputação e o Banco Central do Brasil perdeu credibilidade. Este trabalho busca aplicar a Teoria dos Jogos no contexto exposto acima e visa oferecer sugestões para o Banco Central do Brasil, em relação à imagem que possuía.
Abstract Inflation rate is relevant for our economies. It affects unemployment and real wage. Central banks are responsible for monetary policies that influence the inflation rate. A policymaker 's reputation in the central bank is the main question of this dissertation. In that sense, we used game theory to analyze the reputational mechanism in games of monetary policy. Barro and Gordon's model analyzes reputation and punishment in games with complete information. Backus and Driffill's model introduces uncertainty about policymaker 's types in their model. Vickers' model presents a game with signaling. After ruling out implausible eq ilibria, Vickers' conclusion is that there is a unique equilibrium when there is a separating equilibrium. Multiplicity of equilibria is a major problem in the models studied. It is thus necessary to improve the models to represent better real world economies. Rules policy with escape clauses are suggested for Brazil‟s monetary policy. Brazil adopted inflation targeting in 1999, but it did not work well. Brazilian policymaker s lost reputation and the Central Bank of Brazil lost credibility. We propose for Brazil to make independent its central bank and to take into account rules with escape clauses.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/25338
Arquivos Descrição Formato
000738684.pdf (1.121Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.