Repositório Digital

A- A A+

O agendamento através da propaganda : a campanha contra o bloqueio de celulares da companhia telefônica oi : um estudo de caso

.

O agendamento através da propaganda : a campanha contra o bloqueio de celulares da companhia telefônica oi : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O agendamento através da propaganda : a campanha contra o bloqueio de celulares da companhia telefônica oi : um estudo de caso
Autor Vedana, Aline
Orientador Jacks, Nilda Aparecida
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidade.
Assunto Publicidade
Telefonia móvel
Resumo Este estudo visa discutir a questão do agendamento de um novo conceito de serviço a partir de uma campanha publicitária. A empresa responsável por esse feito foi a companhia telefônica Oi, que lançou uma campanha na qual tratava abertamente sobre o tema e se posicionava a favor da livre escolha da operadora por parte do consumidor. Essa ação gerou o interesse popular e levou a ANATEL a regulamentar o desbloqueio gratuito a qualquer momento para os aparelhos celulares. Neste trabalho é descrito o histórico da telefonia móvel e a maneira como aconteceu a formação da Telemar, empresa que mais tarde deu origem à marca Oi. Assim como é apresentado o estudo de caso levando em conta as estratégias de marketing, de comunicação, a repercussão na mídia e na legislação. Por fim, a análise busca compreender como essas estratégias oportunizaram o agendamento do tema desbloqueio de celulares.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/25558
Arquivos Descrição Formato
000754300.pdf (1.098Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.