Repositório Digital

A- A A+

Diferentes perspectivas na análise da interação pais-bebê/criança

.

Diferentes perspectivas na análise da interação pais-bebê/criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferentes perspectivas na análise da interação pais-bebê/criança
Outro título Different perspectives on the parent-infant/child Interaction analysis
Autor Piccinini, Cesar Augusto
Moura, Maria Lucia Seidl de
Ribas, Adriana Ferreira Paes
Bosa, Cleonice Alves
Oliveira, Ebenezer Aguiar de
Pinto, Elizabeth Batista
Schermann, Lígia
Chahon, Vera Lúcia
Resumo Estudar a correspondência entre diferentes níveis de análise da interação pais-bebê/criança pode nos ajudar a chegar a uma linguagem mais comum e a compartilhar conceitos que permitam trocas mais frutíferas entre pesquisadores com diferentes orientações teóricas e metodológicas. Os autores do presente artigo representam alguns dos principais grupos de pesquisa brasileiros voltados à investigação da interação pais-bebê/criança. São apresentadas as diferentes perspectivas dos autores e discutidas as suas aproximações e diferenças, visando a demonstrar a complexidade e a diversidade de abordagens com relação às interações pais-bebê/criança e seu papel no desenvolvimento. Embora a definição de interação não seja consensual, verificase uma tendência entre os autores a considerar explicitamente a questão da ação recíproca, da co-construção e da bidirecionalidade. Não obstante o foco no comportamento manifesto e na ação recíproca existe também consciência de que as transações implícitas e as representações individuais e sociais influenciam a interação, e que há que se desenvolver procedimentos metodológicos rigorosos para estudá-las. Espera-se que a continuidade das discussões leve ao aprimoramento e à articulação das diversas propostas aqui apresentadas.
Abstract The study of corresponding levels of analysis in the parent-infant/child interaction may lead us to a common language and shared concepts, that in turn will hopefully aid in the prolific exchanges among researchers from various theoretical and methodological backgrounds. The authors of this article represent some of the most prominent research teams of Brazil engaged in the study of parent-infant/child interaction. Their various perspectives are presented, as are their points of agreement and disagreement, with the purpose of demonstrating both the complexity and the diversity of approaches to the parent-infant/child interactions and their role in development. Although there is no consensual definition of interaction, there is a tendency of the authors to consider the question of reciprocal actions, co-construction, and bidirectionality. Granting that there is a trend to focus on manifested behavior and interaction, there is also a clear awareness that implicit transactions and social representations must be studied through rigorous methodological procedures, insofar as they influence interactions. It is hoped that, as these discussions progress, the ideas proposed herein will be both improved and better disseminated.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 14, n. 3, (2001), p. 469-485
Assunto Bebê
Observação de bebês
Relação mãe-criança
Relação pais-filhos
[en] Bidirectionality
[en] Co-construction
[en] Parent-infant interaction
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25656
Arquivos Descrição Formato
000309509.pdf (282.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.