Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da interação de crianças em pátios de escolas infantis : uma abordagem da psicologia ambiental

.

Avaliação da interação de crianças em pátios de escolas infantis : uma abordagem da psicologia ambiental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da interação de crianças em pátios de escolas infantis : uma abordagem da psicologia ambiental
Outro título The evaluation of preschoolers' interaction in the playground : an environmental psychology approach
Autor Sager, Fabio
Sperb, Tania Mara
Roazzi, Antonio
Martins, Fernanda Marques
Resumo O estudo dos aspectos físico-espaciais dos ambientes e suas relações com a subjetividade e o comportamento humanos têm sido cada vez mais investigados pela psicologia. Assim, este estudo investigou a relação entre os pátios de duas escolas infantis municipais de Porto Alegre e a interação de 50 crianças de 5 a 6 anos que frequentavam a escola. Estas foram observadas nos pátios das escolas, os quais apresentavam diferenças em termos de área, densidade de crianças e materiais. Foram observados os tipos de brincadeiras e brinquedos utilizados pelas crianças e os tipos de interações estabelecidos entre elas. Os resultados, provenientes de análises quantitativas, mostraram que as crianças estabeleceram mais interações associativas e paralelas no pátio grande e mais do tipo desocupada e solitária no pátio pequeno. Quanto ao tipo de brinquedo, no pátio grande a associação desse aspecto com os tipos de interação foi menor do que no pátio pequeno. Houve maior associação entre as interações e os tipos de brincadeiras no pátio pequeno. Concluiu-se que, com relação aos aspectos ambientais, o pátio grande favorece uma maior variação de interações.
Abstract The physical-spatial aspects of environments and their relation to subjectivity and human behavior have been increasingly studied by psychologists. Thus, this study investigated the relationship between playgrounds of two public preschools of Porto Alegre and the interaction of 50 5 to 6 year-old children who were enrolled in these schools. Children were observed at the playgrounds, which presented differences in terms of area (size), density and materials. The interaction states observed were related to types of play and toys used. Results drawn from quantitative analyses showed that children established more associative and parallel interaction states in the large playground, and unoccupied and solitary in the small playground. As for the type of toy, the association of this aspect with the interaction in the large playground was smaller than in the small one. A higher association between interactions and types of play in the small playground was found. The study shows that concerning environmental aspects the large playground favors a variety of interactions states.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 16, n. 1 (2003), p. 203-215
Assunto Brinquedo
Criança
Interação social
Psicologia ambiental
[en] Child interaction
[en] Environmental psychology
[en] Preschool
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25670
Arquivos Descrição Formato
000376040.pdf (381.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.