Repositório Digital

A- A A+

Inserção ecológica na comunidade : uma proposta metodológica para o estudo de famílias em situação de risco

.

Inserção ecológica na comunidade : uma proposta metodológica para o estudo de famílias em situação de risco

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inserção ecológica na comunidade : uma proposta metodológica para o estudo de famílias em situação de risco
Outro título Ecological insertion in community: a methodological proposal for study with families under risk situation
Autor Cecconello, Alessandra Marques
Koller, Silvia Helena
Resumo Este artigo visa a descrever uma metodologia para pesquisas com famílias em ambiente natural: a Inserção Ecológica. Esta metodologia está fundamentada na Teoria dos Sistemas Ecológicos, que propõe o estudo do desenvolvimento humano através de um modelo científico envolvendo a interação de quatro núcleos: o processo, a pessoa, o contexto e o tempo, denominado modelo bioecológico. De acordo com esta teoria, o modelo bioecológico se constitui em um referencial teórico-metodológico apropriado para a realização de pesquisas sobre o desenvolvimento-no-contexto. Este artigo descreve a operacionalização deste modelo em uma pesquisa qualitativa sobre resiliência e vulnerabilidade em famílias em situação de risco. A inserção ecológica envolveu o acompanhamento longitudinal de três famílias pobres, que vivem em uma comunidade violenta, e incluiu observações, conversas informais e entrevistas. A operacionalização do modelo bioecológico nesta pesquisa proporcionou a realização de um estudo com validade ecológica, pois permitiu incluir vários níveis de análise.
Abstract The aim of this paper is to describe a methodology for research with families in natural environment: Ecological Insertion. This methodology is based on Ecological Systems Theory, that proposes that development must be studied through a scientific model that involves interaction among four nucleus: process, person, context and time, denominated bioecological model. For this theory, the bioecological model become an appropriate theoretical-methodologial approach for research on development-incontext. This paper describes an operacionalization of this model in a qualitative research about resilience and vulnerability in families under risk situation. The ecological insertion involved the study accompaniment of three poor families who live in a violent community and included observations, informal chats and interviews. The operacionalization of the bioecological model in this research promoted the accomplishment of a study with ecological validity, apart from allowing to include various levels of analysis.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 16, n. 3 (2003), p. 515-524
Assunto Família
Narrativas
Populacoes de risco
Psicologia ambiental
[en] Ecological insertion
[en] Family
[en] Methodology
[en] Resilience
[en] Risk
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25676
Arquivos Descrição Formato
000399812.pdf (183.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.