Repositório Digital

A- A A+

O impacto do temperamento infantil, da responsividade e das práticas educativas maternas nos problemas de externalização e na competência social da criança

.

O impacto do temperamento infantil, da responsividade e das práticas educativas maternas nos problemas de externalização e na competência social da criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O impacto do temperamento infantil, da responsividade e das práticas educativas maternas nos problemas de externalização e na competência social da criança
Outro título The impact of infant temperament, responsiveness and maternal childrearing practices on children externalizing behavior problems and social competence
Autor Alvarenga, Patricia
Piccinini, Cesar Augusto
Resumo O estudo investigou o impacto do temperamento infantil, da responsividade materna e das práticas educativas maternas, nos problemas de externalização e na competência social de crianças. Participaram 23 díades mãecriança de diferentes níveis socioeconômicos. No 3º mês de vida do bebê avaliou-se o temperamento da criança e a responsividade materna. No 30º mês de vida da criança foram investigadas as práticas educativas maternas, os problemas de externalização e a competência social das crianças. Análise de regressão linear múltipla revelou que somente as práticas educativas foram fatores significativos para explicar a variância nos problemas de externalização e na competência social. Discute-se a relevância das práticas parentais e as limitações da avaliação do temperamento e responsividade materna como preditores para a compreensão do desenvolvimento social.
Abstract The study aimed at investigating the impact of children temperament, maternal responsiveness and maternal childrearing practices on children externalizing behavior problems and social competence. The study involved 23 child-mother dyads from different socio-economical backgrounds. In the baby’s third month after birth, child temperament and maternal responsiveness were evaluated. In the child’s thirteenth month after birth, maternal childrearing practices, externalizing behavior problems and child social competence were investigated. Multiple regression analysis revealed that only maternal childrearing practices were significant to explain the variance in the externalizing behaviors and social competence. The work discusses the relevance of parental practices and the limitations of the evaluation of temperament and maternal responsiveness as predictors for the comprehension of social development.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 20, n.2 (maio/ago. 2007), p. 314-323.
Assunto Comportamento infantil
Habilidades sociais
Práticas de criação infantil
Relação mãe-criança
[en] Childrearing practices
[en] Responsiveness
[en] Temperament
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/25700
Arquivos Descrição Formato
000627204.pdf (141.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.