Repositório Digital

A- A A+

[fi:l] ou [fi:w]? : a produção variável da lateral pós-vocálica na aprendizagem do inglês por falantes do português brasileiro

.

[fi:l] ou [fi:w]? : a produção variável da lateral pós-vocálica na aprendizagem do inglês por falantes do português brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título [fi:l] ou [fi:w]? : a produção variável da lateral pós-vocálica na aprendizagem do inglês por falantes do português brasileiro
Autor Souza, Liana Bairros de
Orientador Collischonn, Gisela
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Análise lingüística
Estudos da linguagem
Fonologia
Lateral pós-vocálica
Língua inglesa
Língua portuguesa
Morfologia
[en] English as a foreign language
[en] English as a second language
[en] Phonological transference
[en] Post-vocalic lateral
Resumo O presente trabalho analisa as taxas de transferência da regra de vocalização da lateral em posição pós-vocálica para o inglês por falantes de língua portuguesa como língua materna em diferentes estágios do processo de aprendizagem. Para tanto, fizemos duas coletas de dados em diferentes situações. A primeira coleta foi feita em Dublin, Irlanda com cinco aprendizes de inglês em níveis pré-intermediário e intermediário em situação de aquisição de segunda língua. Essa coleta foi realizada em dois momentos do aprendizado dos informantes, uma próxima à data de sua chegada na Irlanda e outra após três meses de sua estada no país. A segunda coleta foi realizada em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre – RS, com seis informantes detentores de diferentes certificados da Universidade de Cambridge (FCE – First Certificate in English e CPE – Certificate of Proficiency in English). Para que pudéssemos fazer essa análise, encontrando os fatores lingüísticos e extralingüísticos que estavam agindo na aplicação, ou não, da regra variável aqui testada, submetemos os dados coletados ao programa computacional GOLDVARB2001. As coletas foram analisadas separadamente e em conjunto. Os grupos de fatores testados foram: acento, posição na palavra, contexto precedente, contexto seguinte, nível de inglês, tipo de gravação e informante. As variáveis posição na palavra, contexto precedente e nível de inglês foram as selecionadas pelo programa quando todos os dados foram testados. As variáveis contexto seguinte e tipo de gravação mostraram-se não atuantes na transferência da regra de vocalização. Das variáveis extralingüísticas, a variável nível de inglês foi a que mais se mostrou atuante, uma vez que foi selecionada em todas as rodadas, assim como a variável lingüística posição na palavra.
Abstract This study analyses the transference rates of vocalization rules of the lateral in post-vocalic position into English by speakers of Portuguese as mother language in different stages of the learning process. In order to do that, two data collection were made in different situations. The first collection was made in Dublin, Ireland, with 5 learners of English as a second language in pre-intermediate and intermediate levels. This collection took place in two moments of their learning process, one close to the date of their arrival in Ireland and another one three months later. The second collection was made in Canoas, in the metropolitan area of Porto Alegre – RS, with 6 informants who have different certificates from Cambridge University (FCE – First Certificate in English e CPE – Certificate of Proficiency in English). In order to make this analysis, finding the linguistic and extralinguistic factors which were influencing the application or non-application of the variable rules tested here, the collected data were submitted to the computational program GoldVarb2001. The collections were first analysed separately and, afterwards, the results were compared in only one run with all the collected data. The groups of factors tested were: stress, word position, preceding context, following context, English level, type of recording and informant. The variables word position, preceding context and English level were selected by the program when all data were tested. The variables following context and type of recording were shown as non acting in the transference of the vocalization rule. From the extralinguistic variables, the variable English level was the one which most acted since it was selected in all the runs as well as the linguistic variable word position.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25756
Arquivos Descrição Formato
000754880.pdf (768.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.