Repositório Digital

A- A A+

A melhoria na gestão como alternativa para empresas exportadoras, intensivas em mão-de-obra, em cenários de câmbio apreciado

.

A melhoria na gestão como alternativa para empresas exportadoras, intensivas em mão-de-obra, em cenários de câmbio apreciado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A melhoria na gestão como alternativa para empresas exportadoras, intensivas em mão-de-obra, em cenários de câmbio apreciado
Autor Ribas, Alexandre Fanfa
Orientador Ferrari Filho, Fernando
Data 2010
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Controle de custos
Exportação
Indústria do calçado
Taxa de câmbio
[en] Brazilian footwear industry
[en] Competitiveness
[en] Exchange rate
[en] Management and costs
Resumo As empresas calçadistas brasileiras, em sua grande maioria intensivas em mão de obra, vêm ao longo do tempo perdendo a sua competitividade exportadora devido à valorização do real frente ao dólar americano. A trajetória recente de apreciação da taxa de câmbio, além de fazer com que a margens de lucros sejam cada vez menores, também favorece um aumento das importações de calçados provenientes de outros países, principalmente asiáticos, a preços mais baixos, prejudicando, assim, a diversificação delas para o mercado doméstico. Esta situação causou, e vem causando, uma grande redução na força de trabalho do setor e também o fechamento de inúmeras empresas. Frente a uma situação cambial adversa e que tende a se manter uma constante pelos períodos próximos, é necessário que as empresas adotem medidas para garantir os seus lucros e a sua sobrevivência. A estruturação de um sistema de gestão e de controle dos custos poderá proporcionar melhores margens e certa proteção contra variações cambiais negativas. Aliado a este fato, a busca por produtos de maior valor agregado promoverá um aumento da receita que, em conjunto com o controle dos custos, poderão trazer para as empresas o lucro necessário para a continuidade do negócio. Saber como abordar estas soluções será essencial para trazer de volta a competitividade às empresas do setor.
Abstract The Brazilian footwear companies, most of them labor intensive, have lost its export trade competitiveness over time due to appreciation of the Real (Brazilian currency) against the US dollar. The recent appreciation of the exchange rate in Brazil are shrinking the companies’ profit margins and also favors an increase in footwear imports from other countries, mainly Asian, at lower prices. These imports are also damaging the companies’ performance in the domestic market. Such situation caused, and it is still causing, a great reduction in the workforce in the industry and also the closure of many companies. Faced with an adverse exchange rate situation, which tends to remain constant in a short term, it is necessary for companies to adopt measures to ensure their profits and upcoming survival. The structuring of a management system and cost control could provide better margins and certain protection against non-favorable exchange rate variations. Joined to this fact, the search for products and markets with higher value added will promote an increase in revenues which, together with costs control, could bring the companies the profit necessary for continuity of business. The understanding of how to approach these solutions will be essential topic to bring back the competitiveness to the Brazilian footwear industry.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25784
Arquivos Descrição Formato
000745179.pdf (2.415Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.